Receitas, dicas culinárias, restaurantes e viagens. Aprecie sem moderação!

Alemanha, Viagem

Memorial do Holocausto em Berlim

O Memorial aos Judeus Assassinados da Europa é um dos pontos mais tocantes de qualquer primeira visita a Berlim.

Posso não ter gostado muito de Berlim, mas esta é certamente uma das viagens mais inesquecíveis que fiz, por conta da visita ao Memorial do Holocausto (como todos chamam), o Memorial aos Judeus Assassinados da Europa. Creio que uma certa antipatia instalou-se por conta de uma soma: muitas pichações (arte de rua é o que você vê em Bruxelas) e a memória de tudo que aconteceu aos judeus durante a Segunda Guerra Mundial.

Tudo isso está associado em minha memória, então acabei criando uma certa birra de Berlim. Talvez não estivesse preparada para conhecer o Memorial, que vai muito além da sensação de se estar em um cemitério gigantesco e angustiante. Ele conta também com uma parte de exposição, instalada embaixo do labirinto de túmulos imaginários (que fica muito próximo onde era o bunker de Hitler), que não suportei ver até o fim. Difícil não chorar.

Saí de lá muito triste, mas desejando que todas as pessoas desse mundo pudessem pelo menos uma vez na vida ver os horrores dessa guerra. E pedindo que tenham um pouco mais de respeito e consideração pelo memorial (que não é lugar de fotos engraçadinhas, selfies e etc) e pelos outros. Para evitar que uma guerra como esta aconteça novamente, é preciso conhecer a história. Impossível digerir as motivações e as ações promovidas pelos nazistas contra judeus e outras minorias. E no Memorial do Holocausto em Berlim, você vê e sente pelo menos um pouco que aconteceu durante a Segunda Guerra.

É por isso que deixei para falar sobre este “ponto turístico” de Berlim em um post separado da série de viagem para Alemanha. Para mim, ele não é uma atração turística, é um lugar para cuidar da memória dos 6 milhões de judeus que foram mortos sob a alegação de serem uma raça inferior. Se você não está interessado, não vá. A cidade tem muitos outros atrativos.

Se você tem interesse em visitar o Memorial do Holocausto em Berlim, seguem as informações práticas:

  • O memorial é formado por 2.711 blocos de concreto, que representam sepulturas em memória aos mais de 6 milhões de judeus mortos pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial;
  • Ocupa uma área equivalente a 2 campos de futebol e está localizado entre o Portão de Brandemburgo e a Potsdamer Platz;
  • Foi projetado pelo arquiteto Peter Eisenman e inaugurado em 2005;
  • A exposição e centro de informações fica embaixo do Memorial, e tem entrada gratuita;
  • Endereço: Cora-Berliner-Straße 1, 10117 – Berlim
  • Site oficial: https://www.stiftung-denkmal.de/en/memorials/the-memorial-to-the-murdered-jews-of-europe.html#c694

— — —

Desculpem o tom pesado do post, mas é impossível falar de outra forma quando cito um lugar tão desrespeitados por turistas. Mais de 10 mil pessoas visitam o lugar todos os dias, e para alertar sobre a falta de conhecimento sobre o que este lugar representa para a grande maioria dos turistas, uma artista de Israel fez algumas montagens com fotos tiradas no local e outras das atrocidades cometidas pelos nazistas. Você pode conferir aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.