Receitas, dicas culinárias, restaurantes e viagens. Aprecie sem moderação!

Itália, Viagem

Dicas gerais de viagem para Itália

Programando sua viagem para Itália? Então confira estas dicas!

Este post pode não ser novidade para muitos, mas acho interessante compartilhar algumas informações adquiridas em viagem para Itália. Se está planejando sua primeira visita ao país, é importante ter dicas de viagem gerais, para evitar maiores problemas. Vamos aos fatos? São poucas dicas, mas bem válidas!

Escrevo este post especialmente para quem está programando uma viagem para Itália com família ou pretende circular de carro pelo país. Logo de entrada afirmo: a Itália é um país que merece ser visitado de carro, pois tem muitas coisas lindas para se ver. Mas também é preciso ter atenção em algumas coisas, para evitar problemas maiores. Confira abaixo.

Dicas gerais de viagem para Itália

  • Alugar carro sem stress

Procure por uma agência de carros com quem você já tenha locado, cujo trabalho você conheça. Sem querer desmerecer as pequenas agências locais, mas já ouvi muitos relatos nada agradáveis sobre aluguel de carro com agências pequenas. Antes de optar por uma pequena, busque boas referências

— — —

  • ZTL – cuidado com as zonas de tráfego limitado

Dirigir nas cidades italianas pode ser um pouco complicado por conta das diversas zonas de tráfego limitado, as temidas ZTL’s. Mas o que é uma zona de tráfego limitado na Itália?São zonas em centros históricos onde só alguns poucos carros podem circular, como moradores e táxis (e não incluem carros alugados). Se você ultrapassar, pode aguardar pela multa, no Brasil mesmo. Para ter infos completas sobre trânsito na Itália, acesse este post do Caixa de Viagens.

Placa indicativa de zona de tráfego limitado na Itália.

— — —

  • Vai viajar com a família? Opte por apartamento por temporada ao invés de hotel

Na nossa viagem mais recente pela Itália foi em família, e por sermos 5 adultos, optamos por nos hospedar em Airbnb. Foi nossa primeira experiência utilizando o serviço de aluguel por temporada e quase em sua totalidade, foi muito gratificante, além de ser mais barato. Desde então virou regra: se é mais barato que hotel, vamos de Airbnb. Do contrário (caso da Espanha), ficamos em hotel.

Já tivemos experiências ótimas, algumas boas e outras nem tanto utilizando o serviço, mas como vejo hospedagem como algo bem pessoal (cada um avalia de um jeito), vou apenas listar os lugares onde ficamos aqui (com links). Mas percebo uma certa diferença entre o tratamento dado por hosts na Itália em comparação com outros países. Em geral, nos recebiam com delícias locais (no caso de Anacapri, produtos frescos incríveis) e é claro que isso tornava nossa estadia muito mais agradável.

No nosso apartamento em Capri.

Onde ficamos hospedados em Capri.

Vista do nosso apartamento em Capri.

Seguem os links para os apartamentos que alugamos via Airbnb na Itália (recomendo todos!):

Roma

Florença

Nápoles

Sorrento

Capri

— — —

  • O trânsito em Nápoles é horrível

Quer aprender a definição de caos? Tente dirigir em Nápoles! Para ter uma ideia, precisamos entrar em uma rua na contramão para ir ao estacionamento mais próximo do apartamento que alugamos.

— — —

  • Surpreenda-se com escolhas aleatórias de restaurantes

A comida na Itália é quase sempre maravilhosa. Claro que nesta série de posts indicarei os restaurantes em que comemos e aprovamos. Mas quero lembrar que a maioria deles foram descobertos sem indicação nenhuma, pelo simples fato de que o cardápio, preço e ambiente nos atraía. O que menos gostei de toda viagem foi o único que tinha indicação. Por isso fica a dica: siga seu instinto e jogue-se! Comida italiana, na Itália, é paraíso para quem aprecia boa gastronomia.

Comida deliciosa que provamos em um restaurante que não tinha recomendação alguma na Costa Amalfitana, e estava deliciosa!

— — —

  • Ao planejar a viagem, pense que pode encontrar escadas, lombas e outras dificuldades

A Itália é um país rico em história, proprietária da gastronomia mais apreciada do mundo, e de uma geografia incrível. Por isso não raro, ao pensar em visitar determinados lugares, caso tenha limitações a respeito de idade ou condição física, precisa considerar fatores como este. Não raro ficamos hospedados em pequenos hotéis (e isso não só na Itália) ou apartamentos que não tinham elevador.

Você precisa estar preparado para este tipo de adversidade, seja na quantidade de malas, na escolha do lugar onde vai ficar hospedado, ou na definição de onde e como vai visitar certos lugares. Sofremos, por exemplo, para visitar Cinque Terre, pois as estradas de acesso (com estacionamento para carros) terminam no topo, e a parte turística, na parte de baixo. E se você não se hospeda lá, vai precisar encarar uma senhora lomba na volta para o carro.

— — —

 

Link para post introdutório da série sobre viagem para Itália aqui.

2 thoughts on “Dicas gerais de viagem para Itália

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.