Receitas, dicas culinárias, restaurantes e viagens. Aprecie sem moderação!

França, Viagem

Blogmas 15 – Mercado de Natal em Strasbourg, na França

Final de semana na Alsace com direito a visita ao Mercado de Natal da cidade francesa de Strasbourg.

Nós já havíamos passado por Strasbourg a caminho da Suíça há uns dois anos atrás. A partir daí comecei a desejar uma volta para a região na época de Natal, para visitar o mercado que é conhecido com um dos melhores da Europa.

E foi isso que fizemos este final de semana, e que compartilho agora em mais um post do Blogmas! Nos hospedamos em um castelo próximo de Strasbourg, para ter uma experiência diferente e visitar este mercado de Natal. Aproveitamos também para visitar o christmas market de Colmar e o Château du Haut-Koeningsbourg. E vou contar como foi neste e nos próximos posts!

A cidade de Strasbourg

Não vou me deter muito nesse ponto pois Strasbourg é uma cidade com muita história para contar. Mas é importante destacar a grande influência da cultura alemã nesta cidade da região da Alsace na França. Isso porque já foi parte do país vizinho no passado, e hoje é uma cidade importante para o Parlamento Europeu.

E para os viajantes que me acompanham por aqui, listo essa como uma das regiões mais bonitas da França, e recomendo fortemente a visita. Strasbourg, assim como diversas outras cidades da Alsace, é rica em cultura, história, atrações turística e dona de uma arquitetura realmente magnífica.

O Mercado de Natal em Strasbourg

Pois este foi o principal motivo da nossa visita à região. E é lindo ver como a arquitetura da característica da cidade (em estilo enxaimel) orna com a decoração de Natal! Mas toda esse deleite para os olhos, é claro, tem seus poréns.

A segurança do evento este ano foi reforçada, e todos eram revistados na entrada do evento. Que basicamente estava distribuído entre as principais ruas do centro da cidade, com cabanas próximas aos principais pontos turísticos.

Por isso, os principais estacionamentos no centro da cidade estavam fechados, e os demais tinham longas filas de espera. Muitos turísticas, mas a circulação ainda fluía tranquilamente.

O grande porém é nosso padrão de qualidade que ficou um pouco mais alto depois do Mercado de Natal de Bruxelas. Isso porque rapidamente descobrimos que as cabanas vendiam quase sempre a mesma coisa. Sem esse leque de opções que tem aqui, e que ainda vou mostrar para vocês.

Mas no fim encontramos comida que nos pareceu mais autêntica, com iguarias da região, que foi o Chalet des 4 Cigognes. Entre nossas opções nas duas vezes que visitamos o mercado: tarte flambée (o Flammekueche que já postei aqui), o spaetzle e a baguette gratinée.

Por fim, achei que valeu a pena, mas se voltar seria em outra época do ano ou para visitar as cidades pequenas da região.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.