Receitas, dicas culinárias, restaurantes e viagens. Aprecie sem moderação!

Cerveja

Trapista Orval: por que é difícil encontrar

Uma das cervejas favoritas dos belgas, a trapista Orval é um produto quase raro de encontrar em lojas e supermercados.

Comecei a falar das cervejas e abadias trapistas aqui no blog e acabei pausando por motivos de: difícil fazer qualquer plano para visitar alguma neste momento. Mas elas seguem existindo e produzindo cerveja, então decidi que vou retomar esse projeto (pode ser um empurrãozinho para o mundo voltar ao seu curso normal?!).

Antes, porém, venho falar de um assunto relevante: a falta da cerveja trapista Orval! Quando comecei a falar das abadias trapistas, meu segundo post foi sobre esta que é uma das cervejas favoritas dos belgas. Você pode conferir a partir deste link aqui.

Como mencionei no post sobre cervejas trapistas em geral (ver neste outro link aqui) o objetivo de produzir cerveja em um mosteiro (além do consumo próprio) não é o lucro e sim, apenas o suficiente para arrecadar fundos e sustentar a vida monástica. No mais, os monges se concentram em orar, sua função primordial. Claro que nem todo mosteiro é assim – esperem pelo próximo post! – mas é o que acontece com a Orval.

Trapista Orval: uma das cervejas favoritas dos belgas, mas sempre em falta

Quem já tentou encontrar a cerveja trapista Orval em um supermercado normal aqui na Bélgica sabe que não é uma tarefa fácil. A verdade é que existe uma escassez crescente da cerveja, pois ela se tornou mais popular nos últimos dez anos. E os monges não tem intenção nenhuma de aumentar a produção.

 “Os monges só querem produção suficiente para sustentar sua comunidade e abadia. Se houvesse algum lucro, ele seria imediatamente doado para instituições de caridade. Como eles se concentram na oração, não há muita produção da cerveja e pode haver escassez”. Palavras da sommelier de cerveja Sofie Vanrafelghem sobre a cerveja trapista Orval.

Há alguns anos compramos ao menos um pack de Orval e guardamos para envelhecer e no futuro, fazer uma degustação vertical. Esta cerveja tem sempre um sabor diferente, devido ao uso de levedura Brettanomyces (Brett), que garante que continue a se desenvolver. É possível descobrir um sabor novo a cada garrafa, e bem por isso que todas elas tem data de engarrafamento.

Uma Orval jovem é uma cerveja doce e fresca. Com o tempo, essa trapista se torna mais seca, vibrante e complexa. Uma nota azeda também se desenvolve com aromas típicos de Brett. Ela nunca é a mesma cerveja, e talvez por isso seja tão especial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.