Receitas, dicas culinárias, restaurantes e viagens. Aprecie sem moderação!

Massas, Receitas

Nhoque de abóbora cabotiá e três opções de molho

Nhoque de abóbora cabotiá (ou abóbora japonesa) é difícil, mas que com as dicas abaixo, torna-se uma opção para um verdadeiro banquete.

Fazer gnocchi não é fácil e nhoque de abóbora cabotiá menos ainda! Tem dias que você acerta, tem dias que não, e muitas vezes nem é culpa sua e sim, porque este legume sempre tem um comportamento imprevisível. Pois a umidade da própria abóbora é quem vai definir quanto de farinha você vai precisar usar para fazer seu nhoque, e isso afeta diretamente no resultado (sabor principalmente).

Mas na medida em que indico o preparo, darei as dicas para que de alguma forma você possa chegar a um resultado satisfatório. O que quero destacar aqui são as três opções de molhos (duas delas aprendi vendo MasterChef): Molho Creme de Alho, Molho Ragu de Javali e Molho de Manteiga e Sálvia.

Compartilho aqui neste post também por não ser nada complexo, mas para retificar que a melhor opção de molho para Nhoque de Abóbora Cabotiá segue sendo o de manteiga e sálvia. Pois ele realça o sabor do nhoque e da abóbora, enquanto os demais se sobressaem um pouco. Já falei dele nesta receita de macarrão caseiro aqui, mas vou repetir o processo logo abaixo. Vamos para as receitas?!

Receita de Nhoque de Abóbora Cabotiá e três opções de molho

Ingredientes

Nhoque de Abóbora – 400 g de abóbora cabotiá; 2 colheres de sopa de farinha de trigo; 1 colher de sopa de farinha de sêmola de grano duro; 3 colheres de sopa de farinha de amêndoas; 50 g de queijo parmesão ralado; 1 pitada de sal.

Molho Ragu de Javali – 1 cebola pequena; 500 g de carne de javali; 1 cenoura; 1 talo de salsão; 1/2 colher de farinha; 3/4 de copo de vinho tinto; 1 colher de manteiga; 1/2 colher de farinha de trigo; 1 bouquet garni; sal e pimenta a gosto.

Molho Creme de Alho – 200 ml de creme de leite; 4 dentes de alho; 1 pitada de sal e pimenta branca. Cebolinha ou salsinha e queijo parmesão ralado para finalizar.

Molho Manteiga e Sálvia – 75 g de manteiga sem sal; folhas de sálvia em quantidade ao seu gosto (para essa quantidade de manteiga, recomendo umas 12 folhas); 1 pitada de sal; lascas de queijo parmesão.

Modo de preparo

Nhoque de Abóbora

Normalmente faz-se o nhoque de abóbora assada, para evitar “aguar demais” o legume e precisar colocar muita farinha até dar o ponto do gnocchi. Sem contar que, ao menos no meu ponto de vista, assar a abóbora é mais prático, deixa ela mais saboroso e nutritivo. Por isso comece o preparo aquecendo o forno em temperatura média a alta (mais ou menos 200 graus).

Também aqui, para maior praticidade, apenas lavo muito bem a abóbora e asso com casca. Assim não perco tempo descascando e cortando em pedaços menores, sem contar que a casca dela é muito dura e é aí que mora o perigo, pois é muito comum se machucar no manuseio da cabotiá.

Dito isso use metade ou um quarto da abóbora para o preparo dos nhoques e afirmo que a quantidade de farinha vai depender muito da umidade do próprio legume. As medidas que indiquei acima são uma média do quanto costumo usar cada vez que preparo, mas não é uma quantidade que você deve considerar como final, uma vez que, como já disse, vai depender da abóbora que você tem em mãos. Retire as sementes da cabotiá, envolva ela no papel alumínio e leve ao forno para assar. Demora cerca de 35 min. mas você pode conferir com um garfo. Quando estiver macia, está pronta.

Uma dica: se você encontra ela já descascada e picada, apenas asse em uma forma tampada com papel alumínio e seja feliz. Pode colocar um fio de azeite, caso não queira que ela grude no fundo.

Raspe a polpa da abóbora com um garfo ou colher e coloque em um outo recipiente, onde deve ser bem esmagada, para formar um purê. Se considerar que esta polpa tem muita água, indico colocar em um pano limpo e espremer, pois quanto menos água tiver, menos farinha precisará usar para fazer os nhoques e mais saboroso ele vai ficar.

Dito isto, com a polpa fria, adicione o queijo, a farinha de trigo, a farinha de amêndoas, a farinha de sêmola, uma pitada de sal e outra de pimenta. Geralmente não coloco ovo, pois não acerto o ponto quando faço isso (fica por sua própria conta e risco, sabendo que ele é um ingrediente parte da receita tradicional). Mas se isso acontecer com você, não se desespere: forme pequenas quenelles com a colher e cozinhe sem enrolar.

Voltando ao nhoque com ponto para enrolar. Misture bem todos os ingredientes da massa e se der ponto, espalhe farinha em uma base, forme rolos e corte os nhoques. O formato que geralmente dou é de medalhão ou dou uma esmagadinha com um garfo, para formar uma espécie de conchinhas. Ou simplesmente deixe eles nesse formato de travesseirinho. Eles devem ser bem macios, para saber se é o ponto certo, cozinhe um como teste e prove. Se achar necessário, coloque mais um pouco de farinha, mas cuidado para não exagerar. Se achar que já colocou muita farinha e está perdendo o sabor, antes de conseguir enrolar, use o truque das quenelles que citei acima.

Cozinhe em água fervente com um pouco de sal e quando eles boiarem, significa que estão cozidos. Antes de colocar o molho por cima deles, gosto de dar uma leve dourada na frigideira com um pouco de manteiga, ou colocar eles direto na frigideira onde o molho foi preparado.

— — —

Molho Ragu de Javali

Coloque a manteiga em uma caçarola e quando começar a dourar, adicione a carne de javali cortada em cubos. Adicione uma pitada de sal e de pimenta e refogue até dourar. Retire da panela e reserve. Coloque a cebola picada para refogar na mesma panela e quando estiver dourada, adicione novamente a carne e também a meia colher de farinha e misture. Adicione então a cenoura limpa e descascada, cortada em rodelas, assim como o talo de salsão cortado em pedaços e o bouquet garni.

Refogue por alguns minutos e adicione o vinho. Deixe cozinhando em fogo médio a baixo até que o vinho evapore e a carne esteja macia. Se achar necessário, adicione um pouquinho de água. Quando o álcool evaporar, prove e ajuste quantidade de sal e pimenta. Quando a carne estiver macia, separe a carne do molho, descarte o bouquet garni e processe para que fique aveludado e consistente. Junte novamente a carne ao molho e sirva com o nhoque de abóbora cabotiá.

— — —

Molho Creme de Alho

Coloque o creme de leite para ferver em fogo médio. Adicione os dentes de alho descascados e sem o miolo. Deixe cozinhar até que o alho esteja bem macio. Adicione sal e pimenta a seu gosto e quando finalizar o cozimento, use o processador para formar um molho cremoso e bem saboroso. Finalize colocando o molho por cima dos nhoques e adicionando cebolinha picada e queijo parmesão ralado.

— — —

Molho Manteiga e Sálvia

Em uma frigideira, derreta a manteiga. Lave e seque as folhas de sálvia e se desejar, corte ou rasgue elas. O resultado não muda muito. Quando a manteiga estiver começando a dourar, adicione a sálvia. Deixe fritar até que esteja levemente crocante. Quando os nhoques estiverem cozidos, adicione eles na frigideira com o molho e misture bem. Finalize no prato, adicionando lascas de queijo parmesão.

— — —

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.