Receitas, dicas culinárias, restaurantes e viagens. Aprecie sem moderação!

França, Viagem

Lisieux, cidade natal de Santa Teresinha, para encerrar a viagem pela Normandia

Para encerrar nossa viagem pela Normandia, a cidade onde nasceu Santa Teresinha: Lisieux.

Talvez não tenha sido de bom tom da nossa parte escolher de última hora passar o domingo de Páscoa em Lisieux, para encerrar nossa viagem pela Normandia. Digo isso porque foi por conta disso que quase ficamos sem almoço, mas esta não é uma desculpa para deixar esse destino de lado em uma viagem pela região.

Talvez não tão pitoresca quanto outras cidades desse roteiro que já mencionei aqui, mas Lisieux é certamente digna de devoção. Foi lá que nasceu Santa Teresinha (ou Sainte-Thérèse de Lisieux) e bem por isso, um destino de peregrinação. Mas este não é o único motivo pelo qual a cidade recebe sempre muitos visitantes, e abaixo indico as principais atividades da cidade.

O que ver e fazer em Lisieux na Normandia

1 – Basílica de Santa Teresinha

Segundo principal destino de peregrinação católica na França (atrás apenas de Lourdes), este é um local que eu recomendo mesmo para quem não é religioso. Apesar de moderna essa basílica é belíssima e se destaca na paisagem de Lisieux. Por toda a cidade, é possível identificar o caminho que leva ao local de adoração de Santa Teresinha, e que servem de referência para os peregrinos.

Para se ter uma ideia do fervor que Sainte-Thérèse gerou nas primeiras décadas do século 20, todo o custo desta igreja foi pago por doações. Havia dinheiro suficiente para começar as obras em 1929 e, após uma pausa durante a guerra, a basílica em estilo neobizantina com um campanário de 45 metros de altura foi consagrada em 1951. A cripta é a parte essencial e foi a primeira seção concluída; é decorada com mármore esculpido e mosaicos representando as fases da vida da santa. Foi neste local que os poucos moradores restantes de Lisieux se refugiaram durante o bombardeio aliado em 1944.

Endereço: 1 Av. Jean XXIII, 14100 Lisieux, França

— — —

2 – Castelo de Saint-Germain-de-Livet

No centro de uma floresta nos arredores de Lisieux, este castelo data do século 15 e foi foi construído no topo de uma fortaleza que já existia no local anteriormente. Mas, apesar do fosso, o edifício foi projetado para o luxo e não para a defesa. A portaria e as torres renascentistas são do final do século 16, e são feitas de pedra e tijolos vitrificados, dispostos em um padrão quadriculado, enquanto a maior parte da casa é mais antiga, em estilo enxaimel.

O interior foi ricamente decorado e apresenta pinturas do artista romântico Léon Riesener, primo de Eugène Delacroix.

Endereço: D268, 14100 Saint-Germain-de-Livet, França

— — —

3 – Les Buissonnets

Esta foi a casa onde Santa Teresinha viveu dos 4 aos 15 anos, idade em que se juntou ao convento carmelita. Les Buissonnets é uma encantadora propriedade do século 18 e que fica a poucos passos do centro da cidade.

A família da jovem mudou-se para Les Buissonnets em 1877, pouco depois da morte da mãe de Thérèse, e foi aqui que ela sofreu de uma doença desconhecida cuja cura ela atribuiu a uma estátua da Virgem Maria que ficava no quarto de sua prima.

A visita na casa que hoje é um museu permite verificar os pertences da família Martin, como a roupa que Thérèse usou para sua primeira comunhão e o escritório de seu pai. Uma verdadeira viagem ao passado e que permite ver como eram os costumes de uma família que sempre foi muito religiosa.

No jardim há uma estátua em memória do momento em que ela perguntou ao pai se poderia entrar no Carmelo em 1887.

Endereço: 22 Chem. des Buissonnets, 14100 Lisieux, França

— — —

4 – Museu de Arte e História de Lisieux

Uma das últimas casas de enxaimel da cidade, o museu de história e arte de Lisieux reabriu em 2013 após alguns anos de reforma. Possui o cobiçado selo Museu da França e mapeia a história da cidade desde os tempos dos romanos até os dias atuais, parando nos períodos mais importantes ao longo do caminho.

Assim, você terá informações detalhadas sobre a indústria de costura que dominava na região no século 19, e a reconstrução da cidade no período pós-guerra.

Endereço: 38 Bd Pasteur, 14100 Lisieux, França

— — —

5 – Catedral de Lisieux

Em estilo que varia entre o românico normando e o gótico, a catedral de Lisieux foi construída em 60 anos e finalizada no ano de 1230. Foi um dos únicos monumentos a sobreviver à Segunda Guerra Mundial sem grandes danos.

Por fora, a arquitetura é sóbria e discreta, mas por dentro é de se impressionar com a altura das abóbadas da nave, semelhantes às da Notre-Dame de Paris. Se você estiver na trilha de Teresa, ficará emocionado ao saber que foi enquanto rezava nas capelas da catedral na década de 1880 que seu chamado religioso foi revelado a ela.

Ela parava para rezar na capela de Notre-Dame aqui todas as manhãs antes de ir para a escola, e o confessionário é o mesmo que ela visitou depois da Primeira Comunhão.

Endereço: 9 Pl. François Mitterrand, 14100 Lisieux, França

— — —

6 – Museu e Capela do Carmelo

Aos 15 anos, Teresa mudou-se da sua casa para este Convento das Carmelitas onde permaneceu até falecer em 1897 com apenas 24 anos. Este é um convento em funcionamento mas há uma exposição sobre o tempo que ela passou ali e uma capela onde é possível visitar o seu relicário.

Este santuário apresenta uma escultura de mármore reclinada da santa sobre seus restos mortais, que são transportados pela cidade em uma procissão no último fim de semana de setembro, todos os anos. Se não é muito interessado na história de Santa Teresinha, certamente apreciará as imagens e fotografias que dão uma ideia de como era a vida das irmãs Carmelitas até os dias atuais.

Endereço: 37 Rue du Carmel, 14100 Lisieux, França

— — —

7 – Château de Boutemont

Recomendado por uma prestigiosa listagem chamada “Jardin Remarquable”, os jardins do Château de Boutemont são considerados alguns dos mais bonitos da Normandia. O castelo foi construído por volta do século 16, mas o traçado dos jardins é mais recente, e foi traçado por Achille Duchêne no início do século 20.

Infos sobre visitação do local no site oficial do castelo: https://www.chateau-de-boutemont.fr/

Endereço: 7 Chem. de Bouttemont, 14100 Ouilly-le-Vicomte, França

— — —

Para um guia completo de informações turísticas em Lisieux na Normandia, acesse este link aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.