Receitas, dicas culinárias, restaurantes e viagens. Aprecie sem moderação!

França, Viagem

Deauville e Trouville, na costa da Normandia

Pequeno guia sobre duas das cidades mais lindas da Normandia: Deauville e Trouville.

Seguindo com os posts com dicas da Normandia, hoje é dia de apresentar essas duas joias da costa norte da França: Deauville e Trouville. A segunda sempre foi uma vila de pescadores, frequentada por pintores em busca de autenticidade e solidão como Corot, Isabey ou Mozin, e escritores como Dumas ou Flaubert. Mas tornou-se uma praia da moda só na década de 1840, um pouco antes de o Duque de Morny criar do outro lado dos Touques, a estância balnear de Deauville, destinada a uma clientela ainda mais requintada.

Como Deauville e Trouville ficaram famosas

A fama das cidades praianas gêmeas logo suplantou a das até então famosas Dieppe e Etretat. Razões para este entusiasmo: o clima mais ameno no sul do que no norte do rio Sena, as grandes praias de areia branca e a inauguração no ano de1863 da linha férrea Paris-Deauville

A presença de uma clientela abastada atraiu assim os pintores que, muitas vezes sem dinheiro, viram ali uma oportunidade de fazer a vida. Boudin, que mencionei no post sobre Honfleur, foi o primeiro a aproveitar a oportunidade. Além dele, Courbet, Monet, Degas e muitos outros artistas passaram a retratar as “cenas de praia” em Deauville.

Trouville

Até 1825, Trouville ainda era apenas uma vila de pescadores, cuja autenticidade atraiu pintores amantes da natureza. Com a chegada dos artistas, rapidamente transformou-se em um balneário e passou a ser considerada a “Rainha das Praias”. Começou então a moda dos banhos de mar, e veranistas viram os pintores mesclarem-se com os visitantes de verão. O museu da cidade conta com obras de Mozin, Boudin e Savignac como parte de sua coleção permanente.

Nos jornais do século 19, falava-se desta praia como a mais bonita da França por conta da sua areia fofa e fina. Logo depois disso, a orla marítima foi tomada por vilas e hotéis. As pranchas, instaladas em 1867, que ocupam um lugar central na pintura de Monet, La plage à Trouville , tornaram-se então o local preferido para os passeios da alta sociedade francesa. Um passeio pelas magníficas vilas construídas à beira-mar é um verdadeiro deleite para quem aprecia arquitetura.

Deauville

Graças ao trabalho do artista Boudin que através de suas pinturas registrou o rápido desenvolvimento de Deauville no século 19, é possível acompanhar hoje a evolução da cidade. Nos quadros, o lançamento do resort, a inauguração do cassino, do autódromo… O artista também comprou uma casa na cidade, que assim como as mansões características de Deauville, é em estilo enxaimel.

A praia de Deauville também ficou famosa por ter inspirado Coco Chanel a criar o icônico look marinheiro, além de ser o local onde a estilista abriu a primeira loja de sua marca, em 1913. Esse fato abriu espaço para que hoje, todas as grande grifes de moda, tenham lojas na cidade.

O que fazer em Deauville e Trouville

Abaixo, seguem dicas de o que fazer em Deauville e Trouville:

Passeio pelas praias de Deauville

Atividade número 1 para fazer em Deauville: passeio ao longo da praia, para ver as cabines, utilizadas para trocar de roupa. Construídas em 1923, o local é frequentado todos os anos por grandes nomes do cinema que aqui passam durante o Festival de Cinema Americano. E várias delas tem nomes de grandes astros do cinema mundial.

Com 656 m de comprimento, este passeio percorre outro local emblemático de Deauville: os banhos de Pompeia. Um conjunto composto por lojas, várias piscinas, banhos turcos, cafés e restaurantes, mas também nada menos que 450 cabanas de praia. Construídos no estilo art deco, os banhos de Pompeia são imperdíveis quando se visita Deauville.

— — —

Aproveite a praia de Deauville

Outra visita obrigatória em Deauville é a sua praia propriamente dita. Com efeito, para além das famosas cabanas, com cerca de 2 km de extensão, é um dos seus pontos fortes, visto que o vento que aí sopra contribui para a prática de esportes náuticos. 

Não muito longe de Deauville, em Cabourg, também é possível fazer aulas de kitesurf. Os ventos e as correntes provenientes do rio que separa as duas belas cidades costeiras.

— — —

Contemple as vilas de Deauville

Deauville possui um grande número de vilas que datam do início do século 20. Do litoral ao centro da cidade, passando pelos arredores do autódromo de Touques, descubra estes edifícios impressionantes, a maioria dos quais construídos antes de 1915. O mais notável de todos é, sem dúvida, a Villa Strassburger.

— — —

A Villa Strassburger

Construída em 1907 para o Barão Henri de Rothschild no local de uma antiga fazenda que era propriedade do romancista Gustave Flaubert. A vila foi listada como monumento histórico em 1970. Nos anos 80, passou a ser propriedade da cidade de Deauville, que manteve seu mobiliário e decoração inalterados. É possível realizar visitas guiadas na vila.

— — —

Atravesse a ponte belga

Saindo de Deauville, você terá que pegar a Pont des Belges para chegar, a pé ou de carro, a Trouville. Esta ponte homenageia os soldados belgas da brigada Piron que vieram para libertar estas duas cidades em agosto de 1944, na Segunda Guerra Mundial. Desta ponte, você terá uma bela vista do cais de La Touques.

— — —

Museu Villa Montebello de Trouville

Mesmo que Trouville não tenha o mesmo prestígio que Deauville, a cidade ainda possui magníficas vilas, principalmente à beira-mar, como é o caso da Villa Montebello. Construída em 1865, é uma das mais antigas da cidade. Adornada por um pequeno torreão, esta vila histórica de arquitetura típica abriga hoje um museu que acolhe exposições temporárias ligadas aos balneários.

— — —

Descubra a cidade velha de Trouville

Caminhar na cidade velha de Trouville irá encantá-lo sem hesitação. Comece a caminhada ao pé do casino (estacionamento nas proximidades) ou venha a pé de Deauville pela Pont des Belges (foi o que fizemos) e aproveite o cais de Touques. Caminhe até o mercado de peixes, em seguida, tome a direção da Rue des Bains e vá até o centro de Trouville.

— — —

Casino de Trouville

Se você caminhar ao longo da Quais de la Touques, encontrará o Cassino de Trouville. Neste local existe um casino desde 1847, mas o atual foi construído em 1912 e ampliado em 1927. Alguns anos depois, em 1936, o cassino passou por um período difícil. Na verdade, a crescente notoriedade de Deauville resultou em uma perda de população e atração para a cidade de Trouville. O casino teve que encerrar as atividades e foi convertido em museu até 1956.
Foi parcialmente renovado entre 2011 e 2013. O estabelecimento é agora gerido pelo grupo Barrière.

— — —

Praia de Trouville

Continue sua estrada algumas centenas de metros depois do cassino para encontrar a praia de Trouville-sur-mer. Uma verdadeira relíquia da cidade, esta ampla praia oferece um grande número de atividades. Existe, por exemplo, um centro aquático e uma grande piscina. Um pouco mais adiante fica o clube de tênis Trouville.

— — —

Marché aux Poissons de Trouville

Para encerrar o tour por estas duas cidades adoráveis, indico uma pausa para saborear peixes e frutos do mar fresquíssimos no mercado de rua de Trouville. Você pode escolher o que vai comer e como será preparado diretamente com os vendedores de cada peixaria, e aguardar para fazer sua refeição nas tendas instaladas na frente do mercado. Uma experiência adorável!

— — —

Para conferir todos os posts com dicas da Normandia, acesse aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.