Receitas, dicas culinárias, restaurantes e viagens. Aprecie sem moderação!

França, Viagem

5 Atrações turísticas e históricas de Caen na Normandia

Caen é a dica de cidade que pode ser usada como base para visitar locais históricos da Segunda Guerra Mundial.

Nós escolhemos Caen na Normandia como base para visitar os monumentos da Segunda Guerra Mundial – e por conta de seu porto, pelo qual embarcamos para viajar para UK via ferry. Mas essa também é uma boa opção de parada para realizar outras atividades turísticas, nesta que é a terceira maior cidade da região francesa, atrás apenas de Le Havre (que é muito sem graça) e Rouen a qual já falei aqui.

A cidade foi fundada por Guilherme, o Conquistador, no século 11 e desde então viveu momentos históricos importantes para a história da França. Isso inclui o cerco do Rei Eduardo III durante a Guerra dos 100 anos e a Batalha por Caen durante a Segunda Guerra Mundial. Foi o próprio então duque Guilherme da Normandia – que mais tarde se tornaria Guilherme, o Conquistador – quem transformou a sorte de Caen. Ele nasceu na cidade vizinha de Falaise, mas decidiu construir duas abadias no lugar, como forma de arrependimento por ter se casado com uma de suas primas, Matilda de Flandres

As duas abadias, L’Abbaye-aux-Hommes (a Abadia dos Homens) e L’Abbaye-aux-Dames (a Abadia das Mulheres), ainda existem e são abertas para visitantes. Falo mais sobre elas logo abaixo. Sobre Omaha Beach, a praia do Dia D e outros monumentos da Segunda Guerra Mundial falarei no post seguinte. Abaixo uma lista com as principais atrações turísticas de Caen.

5 Atrações turísticas e históricas de Caen na França

1 – Castelo de Caen

Iniciado por Guilherme, o Conquistador em 1060 e posteriormente fortificado por seu filho, este imponente castelo é cercado por enormes muralhas e tem a aparência de um castelo medieval, incluindo torres de pedra e ponte levadiça. É uma das maiores fortificações muradas da Europa e sua construção transformou a cidade em um centro de poder na Normandia

Danificado durante os bombardeamentos de 1944, o castelo foi restaurado e as suas extensas muralhas e torres proporcionam uma vista impressionante de Caen e além. Dentro das muralhas, explore os dois museus do castelo, o Museu de Belas Artes e o Museu da Normandia (que explora a história e etnografia da região). Também vale a pena visitar a Salle de l’Échiquier (Câmara do Tesouro) e a Igreja de Saint-Georges, que fazem parte do complexo do castelo.

— — —

2 – Abbaye-aux-Hommes

A Abadia dos Homens que agora é chamada de Abadia de St. Etienne, foi construída por Guilherme, o Conquistador em 1063. Com seus ricos detalhes românicos, torres elevadas, vasta nave e capelas em estilo gótico, é um edifício imponente que domina uma boa parte da paisagem de Caen.

Foi construída para que o rei Guilherme reconquistasse a simpatia e do Papa, que desaprovava o casamento com sua prima Matilda, princesa de Flandres. A construção começou no estilo normando, mas a abadia foi concluída em estilo gótico no século 13, e abriga a tumba de William (Guilherme). É considerada uma obra-prima arquitetônica, com suas linhas elegantes que misturam a simplicidade da arquitetura normanda com a complexidade do estilo gótico. Os grandes edifícios monásticos posteriormente anexados à abadia agora abrigam a Câmara Municipal de Caen.

— — —

3 – Abbaye-aux-Dames

Com vista para a cidade de Caen, a abadia em estilo românica abriga em seu interior o túmulo de sua fundadora, Matilda de Flandres, Duquesa da Normandia, Rainha da Inglaterra e esposa de Guilherme, o Conquistador. Da cripta do século 11 ao convento do século 18, a Abbaye-aux-Dames é uma das joias da herança normanda.

Foi construída para a Rainha Matilda em uma escala similarmente grande à Abadia dos Homens entre 1060 e 1080. A Igreja da Santíssima Trindade que faz parte do complexo religioso data do século 11 é um belo exemplo da arquitetura normanda. A soberba cripta, com suas abóbadas de berço sustentadas por 16 colunas estreitas, é notável, assim como o convento do século 18 e o jardim de estilo francês.

— — —

4 – Igreja Saint-Pierre

A majestosa igreja gótica e renascentista de Caen é identificada por sua torre elevada, de 76 metros de altura, e restaurada após ter sido atingida por um projétil na Segunda Guerra Mundial. Foi construída em vários estágios de 1200 a 1500, sendo as partes mais antigas o coro, a torre e as fachadas.

— — —

5 – Explorando Caen

O distrito de Vaugueux é uma área pequena, mas charmosa, exclusiva para pedestres, repleta de restaurantes e lojas em prédios que conseguiram permanecer intactos, apesar dos danos sofridos por Caen durante a guerra. É uma das poucas partes restantes da cidade que se assemelha à cidade de antes de 1944.

Uma das razões pelas quais não há tantas casas com estrutura de madeira em Caen quanto outras cidades medievais francesas é que em 1524 esse estilo de construção foi abolido pelo Parlamento normando por ser considerado um perigo de incêndio. Mas existem dois exemplos restantes e são ambos grandiosos: Perto da Igreja de Saint-Pierre está a Maison des Quatrans, com madeira e toco em uma base de pedra.

É a casa mais antiga da cidade e foi construída por um curtidor rico. Depois, na Rue Saint-Pierre, 52 e 54, há um par de casas colombage de quatro andares do século 15, ambas ancoradas por lojas de rua, mas com esculturas fabulosas em madeiras.

Além de Vaugueux, recomendo uma caminhada até a marina da cidade. Esta marina cênica cheia de iates e rodeada por blocos de apartamentos modernos e elegantes pode ser uma surpresa agradável para quem não conhece Caen, e é um ótimo lugar para um passeio.

— — —

Site de turismo oficial de Caen aqui neste link.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.