Receitas, dicas culinárias, restaurantes e viagens. Aprecie sem moderação!

Massas, Receitas

Receita fácil de Nhoque de Ricota

Confira receita fácil de nhoque de ricota, delícia que combina com diversos molhos diferentes!

A receita de hoje é super especial e vem com bastante antecedência para quem quer preparar Nhoque de Ricota para o próximo dia 29! O costume de comer gnocchi nessa data é bem antigo, e muito popular em alguns lugares, pois acredita-se que o prato traga fortuna para a sua vida! Conto mais sobre a crença do nhoque da fortuna no final do post.

Mas o preparo hoje em questão tem inspiração em uma receita de uma amiga querida do Instagram, a @asbrothers_ – para ver a receita original, basta conferir este post abaixo.

Segue a receita que preparei, que foi a que acertei com mais facilidade (falo de anos testando receitas de nhoque!). Espero que apreciem e dêem uma moral para a minha amiga do insta!

Receita fácil de Nhoque de Ricota

Ingredientes

  • 250 de ricota (a que uso aqui é um pouco cremosa);
  • 1 ovo;
  • 50 g de queijo parmesão ralado;
  • Farinha de semolina (até dar ponto);
  • Pitada de sal e pimenta branca.

Modo de preparo

Misture a ricota com o ovo e o queijo ralado. Adicione uma pitada de sal e pimenta e mexa. Coloque 1/2 xícara de farinha de semolina e misture bem. Se achar que o ponto da massa é firme o suficiente para enrolar e cortar, comece o processo de enrolar os nhoques, em uma bancada enfarinhada (segui usando a semolina).

Se ainda estiver muito mole, adicione mais farinha de semolina aos poucos, até achar que está firme o suficiente para não desmanchar. Quando menos farinha precisar usar, melhor, pois o gosto da ricota (que é bem delicado) estará mais presente.

Para dar forma aos nhoques: eu não tenho o tabuleiro próprio para isso, então faço os rolinhos, corto e dou uma leve esmagada com um garfo. Por isso essa carinha de “concha” dos meus nhoques. Mas você pode fazer como achar melhor!

Na medida em que for cortando eles, coloque em uma forma com farinha de semolina polvilhada. Caso deseje congelar, basta levar ao freezer na forma mesmo e quando estiverem congelados, colocar em um saco plástico apropriado para comida.

Na hora de cozinhar: use água fervente com sal (quando subirem, estão cozidos, cerca de 2 min.) e depois de cozidos, só misturar com o molho já quente. Ou pode ser assado direto já com molho (gratinado). Se for um molho bem líquido, pode cozinhar direto no molho.

Eu já preparei com estes dois tipos de molho: sálvia, manteiga e nozes (mas as nozes passaram um pouco do ponto, por isso essa aparência tostada) e com molho de tomate, que você encontra a receita aqui neste post.

— — —

Tradição do Nhoque da Fortuna

Conta-se que em um dia 29, São Pantaleão, vestido de andarilho, perambulava faminto por um vilarejo da Itália. Passou de casa em casa, pediu comida e ninguém o atendeu. Apenas uma família, muito pobre e que tinha pouca comida, ajudou. Dividiram o pouco que tinham com ele, (um total de 7 nhoques por pessoa) e desta forma todos conseguiram se alimentar. Após a refeição, agradeceu e desejou sorte à família, antes de partir. Quando quando eles foram recolher os pratos descobriam que havia moedas embaixo de cada um.

Desde então, é costume entre italianos e em países com grande presença de imigração italiana (como a Argentina, o Uruguai e o Brasil) comer nhoque no dia 29 do mês, com dinheiro embaixo do prato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.