Receitas, dicas culinárias, restaurantes e viagens. Aprecie sem moderação!

Carnes, Receitas

Receita de Goulash Húngaro

Veja receita de goulash húngaro, e conheça uma das delícias mais tradicionais da Europa.

Há tempos que estou para postar esta receita de goulash, que já testo aqui há algum tempo, mas sofri para encontrar os sabores exatos que procurava. Estou falando do goulash bem caseiro que provei em Budapeste e que mencionei aqui no post com dicas de onde comer e beber em Budapeste.

Na oportunidade em que visitamos a Hungria, comprei um livro com receitas húngaras bem tradicionais. Na verdade eu sempre compro livros de receitas típicas dos países que visitamos, quero postar aqui para mostrar as preciosidades que já adquiri!

E o fato é que neste livro está bem explicado como é a receita de goulash húngaro. O preparo serve tanto para goulash de carne bovina ou suína (para quem não tem nem ideia do que estou falando, é um tipo de ensopado de carne e que também tem sua versão “sopa”). Mas tem duas dicas no preparo que fazem toda a diferença, e ao longo da receita eu explico bem. Mas vamos ao que interessa? Medidas para duas pessoas, como sempre e como acompanhamento, indico o preparo de Galushka Dumplings (espécie de Spätzle, acompanhamento que geralmente faço para este prato).

Receita de Goulash Húngaro

Ingredientes

  • 400 g de contrafilé bovino;
  • 1 cebola média;
  • 2 tomates;
  • 1 pimentão vermelho (adição minha);
  • 2 dentes de alho;
  • Páprica de boa qualidade (picante);
  • 2 colheres de banha (gordura de porco);
  • Molho de pimentão (dica de receita aqui) ou de pimenta;
  • Cominho, sal e pimenta;
  • 2 ovos;
  • Farinha de trigo;
  • Nata.

Modo de preparo

Goulash – corte a carne em cubos médios e reserve. Descasque e corte a cebola em cubinhos e leve ao fogo para refogar com a gordura de porco. Quando estiver translúcida, adicione o alho triturado e uma colher de sopa rasa de páprica picante. É bem importante que a páprica seja adicionada nesta hora, e este é uma das dicas que falei. Vão por mim, o sabor fica completamente diferente (e melhor).

Banha de porco também faz toda a diferença no aspecto do sabor. Se você não quer comprar, pode usar a que reserva de outros preparos. Esse é o tipo de gordura que não jogo fora e dura décadas na geladeira. Tenho guardado de quando preparei torresmo, e costumo usar um pouco para cozinhar lentilha ou feijão, pois deixa os grãos mais macios.

Depois disso, refogue a cebola e alho com páprica em fogo médio por 2 ou 3 min. e adicione os cubos de carne. Refogue até dourar e já pode adicionar aqui uma pitada de sal. Quando a carne estiver cozida, adicione os tomates cortados em cubos, sem pele e semente (tem post com dicas de como pelar tomates aqui). Por fim, adicione um pouquinho de água para formar o caldo e o molho de pimentão vermelho (pode ser pasta comprada pronta), e deixe cozinhar com tampa pela metade em fogo médio a baixo.

Para finalizar, lave e corte o pimentão em quadrados, e coloque na panela nos últimos 5 min. de cozimento antes de servir.

Galushka Dumplings – bata dois ovos em um bowl e com a ajuda de uma colher de madeira, adicione 1 xícara de farinha aos poucos. Não defini a quantidade na lista de ingredientes porque depende muito do tamanho dos ovos. Coloque uma pitada de sal e misture bem. A colher de madeira ajuda a deixar a massa mais macia depois de cozida, mas não é essencial.

A massa precisa ficar dura o suficiente para não estar pingando, mas ser possível de formar as pequenas quenelles com uma colher. Vejam na foto como ela parece mais firme. Se for necessário, adicione mais farinha ou água. Não é complexo como parece, na minha casa sempre chamamos isso de nhoque de preguiçoso :).

Coloque na água fervente mais um pouquinho de gordura de porco e sal, e com uma colher, coloque as pequenas quenelles (com a colher diretamente na água, uma por vez) para cozinhar e quando elas estiverem boiando, é porque estão prontas. Remova as que tiverem cozidas para uma travessa (sem a água do cozimento!) e reserve. Faça em levas.

Por fim, sirva os bolinhos com o goulash e finalize no prato com uma colher de nata. Se achar muito complicado fazer os dumplings, sirva com arroz branco.

E aqui temos mais uma autêntica receita de viagem!

— — —

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.