Receitas, dicas culinárias, restaurantes e viagens. Aprecie sem moderação!

Petiscos, Receitas

Raclette, sem racleteira

Mais um clássico da culinária francesa testado e aprovado!

Raclette e a nossa racleteira elétrica.

Raclette é mais uma opção de clássico francês, ideal para quem adora queijo! Originário da Suíça, foi incorporado com facilidade à cultura da França, principalmente nas regiões de Savoie e Franche-Comté. O prato homônimo ao nome do queijo, que em francês significa “raspar” (derivado de racler), é extremamente simples: leva batatas assadas, presunto, salame e raspa de queijo raclette derretido sobre eles.

Hoje é possível encontrar com facilidade racleteiras, aparelhos elétricos com grill e pequenas frigideirinhas, para que cada um prepare o seu raclette da forma e com os ingredientes que mais gosta. Mas, o post de hoje traz esta receita, com dica de preparo da forma clássica, ou seja, sem o aparelho elétrico, usando o forno mesmo. E é incrivelmente deliciosa!

Esta forma de preparo é tal qual a primeira vez em que provei este prato a base de queijo derretido na Suíça, há exatos 7 anos atrás. Infelizmente não tenho fotos da época, mas espero que gostem e apreciem!

Veja como preparar raclette tradicional. Quantidade de ingredientes para 4 pessoas.

Receita de Raclette

Ingredientes

  • 500g de batata rosa;
  • 200g de bacon;
  • 250g de queijo raclette;
  • Cebolinha verde picada;
  • Pimenta preta moída na hora, sal e pimenta cayena.

Modo de preparo

Coloque as batatas para cozinhar com uma colher de chá cheia de sal, até que estejam quase cozidas (90%). Escorra e deixe esfriar até que possa cortar as mesmas segurando com a mão, sem se queimar.

Corte o bacon em bastonetes (julienne). Coloque em uma frigideira pequena e refogue em fogo médio, mexendo com freqüência, até ficar crocante. Transfira o bacon para toalhas de papel e reserve.

Pré-aqueça o forno em temperatura média. Corte as batatas em cubos grandes (com casca, se preferir) ou rodelas de 2m de largura. Divida em quatro porções iguais e coloque em recipientes que possam ser levados ao forno. Tempere as batatas com pimenta preta moída na hora e uma pitada de pimenta caiena.

Divida o bacon em partes iguais e coloque sobre a batata. Finalize com queijo e leve ao forno até que o mesmo tenha derretido e começado a dourar. Sirva quente, finalizando com cebolinha picada.

Dica: se você não encontrar queijo raclette, use emmental, gruyère

Dica de vinhoum vinho branco ou vermelho da região de Savoie, na França.

Dica de acompanhamentos para racleteira elétrica: use legumes de cozimento rápido como brócolis, cogumelos, abobrinha, pimentões e berinjela. As carnes devem ser cortadas em pedaços pequenos. Picles variados são indicados como acompanhamento e ervas frescas e pimentas podem ser usados como tempero para finalizar.

Raclette com racleteira elétrica e algumas sugestões de acompanhamentos.

Confira lista de receitas francesas clássicas que já foram testadas pelo blog:

Post introdução com lista de pratos clássicos

Quase 30 receitas para testar ainda! Muito trabalho pela frente, mas vamos lá! Confira a lista do que ainda precisa ser testado:

  • Coquilles Saint-Jacques
  • Moules Marinières
  • Crepe de Trigo Sarraceno
  • Blanquette de Veau
  • Hachis Parmentier
  • Pot-au-feu
  • Garbure
  • Cassoulet
  • Lamprey à la Bordelaise
  • Quenelles com Molho de Lagosta
  • Sopa de Peixe à la Rouille
  • Gigot dè Agneau Pleurer
  • Bouillabaisse
  • Soupe au Pistou
  • Ratatouille
  • Frango Assado com Alho
  • Navarin d’Agneau
  • Aligot
  • Fondue Savoyarde
  • Gratin Dauphinois
  • Coq au Vin
  • Choucroute Garnie
  • Baeckeoffe
  • Boeuf Bourguignon
  • Escargots
  • Gougères
  • Cod Accras

5 thoughts on “Raclette, sem racleteira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.