Receitas, dicas culinárias, restaurantes e viagens. Aprecie sem moderação!

Onde comer (e beber!), Porto Alegre, Viagem

Mercado Público de Porto Alegre

mercado publico poa

Foto que mostra a proximidade do Mercado com o Guaíba.

Há muito que me enrolo para postar sobre destinos mas não poderia escolher lugar melhor para começar do que o Mercado Público de Porto Alegre. Afirmo isso porque este ponto de partida histórico é minha parada obrigatória, pelo menos uma vez por semana. Meu e de boa parte dos porto-alegrenses.

Longe de ser uma cidade com vocação turística (não por falta de potencial!), a capital do RS tem nas paredes do antigo mercado boa parte de sua história. Construído entre 1864 e 1865, foi restaurado depois de longo abandono, no começo dos anos 90. Em 6 de julho de 2013 foi atingido por um incêndio que comoveu todos. Está passando por obras de recuperação, com a maioria das lojas funcionando, uma vez que a parte mais atingida foi a superior onde ficavam a maioria dos restaurantes.

P1210745

No alto a parte superior em reforma após incêndio em 2013; abaixo bancas e público se preparando para as festividades de Nossa Senhora dos Navegantes/Iemanjá.

O grande atrativo do Mercado fica por conta do apelo sentimental que ele evoca em quem o frequenta desde sempre, além de sua ativa funcionalidade. Tenho carinho e excelentes recordações, das pessoas encantadoras que trabalham lá na maioria das bancas. Vários eventos públicos são realizados na parte interna.

Considero este o principal ponto turístico da cidade, uma vez que reflete em muito a alma, o espírito, a personalidade porto-alegrense.

O que fazer: como o próprio nome diz, o principal objetivo é o comércio. As lojas dividem-se em: cafeterias, restaurantes, doçarias, barbearias, artesanato, bomboniere, hortigranjeiros, agropecuárias, serviços e outros.

Entre as que mais frequento e recomendo estão o Ponto do Chimarrão (erva-mate, chás e temperos); Temakeria Japesca (sushis de peixes frescos, uma vez que também são peixaria, com excelente custo-benefício); Banca 40 (lanches, refeições e a tradicional Salada de Frutas com Sorvete), Banca 26 (frutas secas, conservas e castanhas à granel); Banca Empório 38 (bebidas, conta agora com grande variedade de cervejas nacionais e importadas); Banca 43 (carpaccio, queijos e especiarias importadas); Costelão do Mercado (carne excelente e com ótimo preço).

Serviço

Recomendações gastronômicas: Picanha na Telha, Sushi do Seninha, Restaurante Gambrinus e Café do Porto.

Como chegar: para quem vem de fora, o Mercado fica na parte bem central da cidade cidade, perto da Rodoviária e ao lado da Prefeitura Municipal, no Centro Histórico. Uma estação do Trensurb deixa passageiros que vem do Aeroporto Salgado Filho quase dentro do Mercado.

Estacionamento: 2ª a  6ª feira, a partir das 19h e sábado durante todo o dia no Largo Glênio Peres. Existem vários estacionamentos pagos nas ruas próximas.

Horários: Segunda a Sexta-feira, das 7:30 às 19:30. No Sábados, das 7h30 às 18h30.

 

Entrada pelo Largo Glênio Peres.

Entrada pelo Largo Glênio Peres.

2 thoughts on “Mercado Público de Porto Alegre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.