Receitas, dicas culinárias, restaurantes e viagens. Aprecie sem moderação!

Irlanda do Norte, Viagem

Giant’s Causeway, na Irlanda do Norte

Passeio para o norte da ilha a partir de Dublin é demorado, mas compensa esta escapada de um dia até a Irlanda do Norte.

Giant’s Causeway

Giant’s Causeway (Calçada dos Gigantes), na costa da Irlanda do Norte, é um dos principais pontos turísticos do país, juntamente com uma série de outras atrações que podem ser visitadas na região. Como tínhamos pouco tempo e a proposta era ir para o local a partir de Dublin e voltar no mesmo dia, além da curiosa formação de basalto, visitamos apenas Dunluce Castle (que serviu de locação para Game of Thrones) nas proximidades e a capital Belfast – ambos que recomendo muito!

Sobre Giant’s Causeway

Giant’s Causeway é o nome dado a este conjunto de pedras de basalto, em formato de colunas prismáticas no litoral da Irlanda do Norte – todas elas encaixadas como se formassem uma calçada irregular, apropriada para pés realmente gigantes. Faz parte de uma reserva natural, assim como toda a costa, e é Patrimônio da UNESCO desde 1986.

São milhares de colunas verticais de pedra de basalto, com diversas variações de altura, sendo que a mais alta mede 6m. Algumas dessas formações curiosas ganharam nomes, pois lembram objetos como uma harpa, um caixão e até mesmo uma bota (que teria pertencido ao gigante).

Lenda do Gigante Finn MacCool

Sim, o nome não é à toa. Existe uma lenda irlandesa de que um gigante vivia na região. Ele se chamava Finn MacCool e tinha, aproximadamente, 16m de altura. E ela está ligada a existência dessa calçada.

Tive que ver de perto para saber se o gigante não estava escondido aqui. Mas não era uma caverna!

Conta-se que o gigante irlandês Finn MacCool queria enfrentar o gigante escocês Benandonner, mas não existia embarcação grande o suficiente para levar um ao encontro do outro. Finn resolveu construir uma estrada com blocos de pedra para que o outro pudesse ir até a Irlanda. Mas como MacCool era menor do que o escocês, pediu para que sua mulher o vestisse de criança, para enganar o outro.

Quando Benandonner viu Finn, poderou: se o bebê é deste tamanho, imagina o tamanho do pai! E resolveu voltar para a Escócia, não sem antes destruir a estrada que ligava os dois países. Restou apenas a calçada que podemos visitar hoje.

Para que entendam como essa lenda não tem nada de absurdo: depois de percorrera calçada, um caminho ladeando a encosta norte da Irlanda do Norte, que permite a vista para a costa da Escócia. Apenas 130km da Giant’s Causeway tem uma ilha (onde reza a lenda, vivia o gigante Benandonner), com uma caverna com as mesmas formações rochosas. Essa é uma foto da caverna que não visitamos, mas compartilho para contextualizar. O lugar chama-se Gruta de Fingal.

Gruta de Fingal, na Escócia. Apenas 130km da Giant’s Causeway.

Para visitar Giant’s Causeway

Nós fomos de carro, alugado quando chegamos no aeroporto de Dublin. Como já comentei anteriormente, gostamos dessa opção, pois nos dá maior liberdade de horários e paradas onde e quando estamos a fim. São mais de 3 horas de viagem.

Muitas agências de turismo de Dublin e Belfast realizam este passeio e outros mais, com uma diversidade de opções que não arrisco a postar aqui. Ao se programar, pesquise de acordo com suas preferências e possibilidades. Todas as informações para chegar ao local, independente da opção de transporte, estão disponibilizadas neste link do site oficial da Giant’s Causeway.

No local, há um centro de visitantes, loja de souvenirs, museu interativo, estacionamento, restaurante, banheiros e toda a infraestrutura necessária para visitar o local sem problemas. Do centro de visitantes até a Giant’s Causeway são alguns bons minutos de caminhada – mas um ônibus é disponibilizado para que não deseja percorrer o caminho (que conta com uma bela subida na volta) caminhando.

Infos práticas

Horário: das 9h as 17h nos meses de novembro, dezembro e janeiro; das 9h as 18h nos meses de outubro, fevereiro e março; das 9h as 19h nos demais meses.

Ingresso: para adultos, ‎£ 8,50; crianças ‎£ 4,25.

Site oficial: http://www.giantscausewayofficialguide.com/

Mais da região e Irlanda do Norte

Aproveitamos para circular um pouco além de visitar a Giant’s Causeway. Paramos no Dunluce Castle e em Belfast. Não vimos muita coisa, mas o suficiente para gostar e qurer voltar! Sempre digo que gosto de deixar coisas por fazer quando visito um país, para ter uma desculpa para voltar. Tem funcionado!

  • Dunluce Castle

Para os fãs do seria do Game of Thrones, este foi o cenário escolhido para ser a House Greyjoy. Não entramos nas ruínas, mas fizemos a volta nas partes onde era possível acessar com facilidade. Construído por volta do ano 1200, bem na ponta da colina, para que pudesse avistar de longe possíveis invasores.

Foi habitado até meados do século 18, mas abandonado após duas tragédias que mataram muitos de seus moradores. Um desabamento de parte do castelo (torre de uma igreja pode ser vista em dias de maré baixa) na metade do século 17 e um incêndio já no século 18.

  • Belfast

Aproveitando que passaríamos pela capital antes de voltar para Dublin, resolvemos para para ver um pouco de Belfast. Adoramos! Uma cidade muito bonita, não visitamos nada em especial pois já era noite e tudo estava fechando, mas um simpático segurança do City Hall nos deixou entrar em uma parte para que pudéssemos ver e fotografar a cúpula.

  • Extra

Todas as atrações da Causeway Cost, na Irlanda do Norte estão listadas neste site aqui, incluindo um roteiro para fãs de Game of Thrones.

No próprio TripAdvisor existem algumas opções para quem tiver interesse em visitar as atrações ligadas a produção do seriado da HBO. Veja aqui e aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.