Receitas, dicas culinárias, restaurantes e viagens. Aprecie sem moderação!

Aves, Cerveja, Receitas

Cooking with Beer: Coxa e Sobrecoxa de Pato com cerveja Wit Clémentine

Minha versão de canard a l’orange usando coxa e sobrecoxa de pato e cerveja Clémentine!

E vamos para a quarta receita da serie Cooking with Beer! Hoje é dia de apresentar minha versão pato com laranja (canard a l’orange), mas usando coxa e sobrecoxa de pato com cerveja Clémentine. Esta cerveja da Brasserie Atrium do estilo wit leva cascas de bergamota (mexerica, para quem não é gaúcho) e combina perfeitamente com os preparos com pato!

Para o preparo do prato principal não é necessário de muitos ingredientes, e a sugestão de acompanhamento é uma opção que acho que combina muito bem com pato. Tanto que é quase o mesmo de quando preparei o confit de pato tradicional em post que você pode conferir aqui. Bon appetit!

Coxa e Sobrecoxa de Pato com Cerveja Wit Clémentine

Ingredientes

  • Coxa e sobrecoxa de pato (400 g);
  • 330 ml cerveja wit Clémentine;
  • 3 échalotes (ou uma cebola roxa média);
  • Ramos de tomilho e alecrim;
  • 3/4 copo suco de laranja;
  • Sal e pimenta;
  • 2 colheres de sopa de azeite;
  • Batata, ervilha torta e cogumelos salteados para acompanhar.

Modo de preparo

Aqueça o forno a 190 graus. Tempere a coxa e sobrecoxa de pato com sal e pimenta e leve ao fogo para selar com o azeite. Quando estiver dourado dos dois lados, retire da panela e reserve. Se soltar muita gordura, separe parte para usar para dourar as batatas, deixando na panela apenas o suficiente para dourar as cebolas.

Descasque e corte as échalotes em quatro partes e leve para selar na mesma panela onde foi selado o pato. Adicione alguns raminhos de tomilho e de alecrim e refogue até que a échalote esteja macia (cerca de 3 min.). Adicione a cerveja e o suco de laranja, cozinhe por mais um minuto e desligue.

Em uma forma ou travessa que possa ser levada ao forno, adicione o molho da panela e por cima, coloque as coxas e sobrecoxas de pato. Cuide para deixar a pele virada para cima, para que se mantenha crocante até o final do preparo. Fica muito mais saborosa (e menos gorda) se consumida dessa forma!

Leve ao forno para assar por cerca de 45 min. ou quando estiver bem dourada e com a pele descolando do osso nas pontas (como na foto abaixo). Remova a carne da travessa, coloque em uma forma com grade e leve de volta para o forno por mais 10 ou 15 min, enquanto termina os acompanhamentos.

Para fazer o molho, descarte os ramos de alecrim e tomilho que ficaram na forma onde o pato foi assado e processe a cebola e o caldo. Aqueça em uma panela e ajuste o sal e a pimenta, se for necessário.

Para preparar os acompanhamentos, pré-cozinhe as batatinhas por cinco minutos, corte ao meio e sele com um pouco da gordura do pato. Os cogumelos e a ervilha torta podem ser selados à parte, apesar de serem servidos todos juntos. Se a pressa for muita, pode selar tudo junto que fica bom também.

Sempre sirvo como na foto abaixo, mas vai depender do seu gosto pessoal. O molho complementa para caso a carne da coxa e sobrecoxa de pato ficar meio seca (mas dificilmente acontece, pois pato geralmente é uma carne gorda e o cozimento lento e em baixa temperatura é uma boa opção para este caso), mas no meu caso ficou desmanchando e com a pele crocante.

Por fim, comentem aí o que estão achando das receitas da serie Cooking with Beer, usando as cervejas da Atrium! Todas as receitas já postadas podem ser conferidas neste link aqui.

— — —

Sobre a cerveja Clémentine

Cerveja turva, mas coloração amarela clara e espuma branca, com notas florais, especiarias e bergamota. Refrescante e muito agradável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.