Receitas, dicas culinárias, restaurantes e viagens. Aprecie sem moderação!

Viagem

Como foi nossa primeira viagem pós-pandemia

Antes de relatar as maravilhas da nossa primeira viagem pós-pandemia de COVID-19, um post sobre cuidados e restrições atuais.

E aí que as fronteiras de alguns países da Europa abriram para turistas belgas e resolvemos viajar. Optamos por colocar em prática uma das 3 viagens que havíamos cancelado por conta da pandemia e voltar para Veneza, cidade que visitei há 10 anos pela primeira vez.

Claro que nesse período imediato de pós-pandemia não seria a mesma coisa, e consigo identificar aspectos positivos e negativos para uma viagem na atual situação. Mas sei que neste momento falo para uma audiência bem mais local, uma vez que aos brasileiros ainda não está permitido entrar na União Europeia.

Mas antes, vale lembrar que a situação quando viajamos em junho estava um pouco diferente, pois a epidemia parecia um pouco mais controlada, digamos assim. Hoje eu já não viajaria, uma vez que alguns lugares que já estavam abertos para turistas voltaram a fechar.

E não quero correr o risco de estar em um outro país sem poder voltar para casa porque o local onde estou ou para onde vou, voltou ao lockdown. Então por hora, só passeios dentro da Bélgica mesmo (o bom é que tem muita coisa legal para fazer por aqui).

Primeira viagem pós-pandemia

  • Viajamos de carro, para evitar as aglomerações normais (mesmo que reduzidas) em aeroportos e aviões;
  • Nos hospedamos em cidades pequenas, com pouca circulação de pessoas;
  • Fizemos a maioria das refeições nos hotéis, por isso no destino onde passamos mais tempo, ao invés de hotel, escolhemos um apartamento com cozinha;
  • Não visitamos atrações de maior interesse turístico (como o Palazzo Ducale em Veneza, que apesar das restrições, tinha uma fila monstruosa);
  • Escolhemos países que já tinham liberado a entrada de turistas da Bélgica (Alemanha, Áustria, Itália, Suíça e Luxemburgo). Mas tomamos o cuidado de não voltar pela Áustria depois de passar alguns dias na Itália, uma vez que estes dois países ainda tem restrições entre eles;
  • Como estávamos isolados desde o começo do lockdown, não contraímos o vírus e nem teríamos como transmitir o vírus para outras pessoas, por isso achamos seguro viajar.

Pontos positivos e negativos de viajar neste pós-pandemia

  • Menos pessoas circulando e visitando pontos turísticos;
  • Descontos e ofertas para compensar o período em que tudo esteve fechado;
  • Muitos estabelecimentos e atrações turísticas ainda estão fechados (pequenos negócios e restaurantes familiares na Itália estavam fechados em sua grande maioria);
  • Turistar de máscara em ambientes fechados é bem cansativo (quase impossível passar horas dentro de um museu);
  • Os protocolos de segurança são bem diferentes em cada lugar (na Áustria, ninguém usava máscara, na Itália era lei);
  • Preocupações extras podem causar mais stress e ao invés de curtir, a viagem pode se tornar cansativa.

E você, já viajou depois que começou a pandemia? Está planejando alguma viagem? Conta aí suas experiências e expectativas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.