Receitas, dicas culinárias, restaurantes e viagens. Aprecie sem moderação!

Petiscos, Receitas

Como fazer pastel

Receita de pastel com dicas de preparos de recheio de carne e palmito.

Preciso confessar que minha receita de massa de pastel não é lá muito minha. Minha massa é uma adaptação da receita original do Panelinha, que é de longe, uma das minhas fontes de receitas mais confiáveis. Daquelas que sempre dão certo. A grande diferença da que faço para a da maravilhosa Rita é na quantidade de cachaça

E posto meio que com ressaca de pastel, pois no final de 2019 fiz muitas vezes. A saúde por aqui anda pedindo comidinhas mais saudáveis, e compartilho aqui para os amigos que tanto me pediram. Segue também dica de preparo de recheio com carne (o que faço para não ficar muito seco) e de recheio de palmito, para os vegetarianos.

Espero que apreciem e depois que testarem estas minhas dicas de como fazer pastel, compartilhem aqui o que acharam!

Como fazer pastel

Ingredientes

Para a massa: 2 xícaras de farinha de trigo, 1 colher de sopa de cachaça (cognac ou rum também servem), 1 ovo, 1/4 de xícara de água, 1 1/2 colher de sopa de azeite e sal.

Para o recheio de carne: 300 g de carne moída bovina, 1 cebola pequena, 1 dente de alho, 2 tomates (opcional), azeitonas, azeite, 1 ovo cozido, sal, pimenta e cominho.

Para o recheio de palmito: 1 cebola pequena, 1 vidro pequeno de palmito em conserva, 1 dente de alho, 2 colheres de sopa de manteiga, 2 colheres de sopa (rasas) de farinha de trigo, sal e pimenta.

Modo de preparo

Da massa de pastel: em um bowl, misture a farinha de trigo com uma pitada de sal. Em um recipiente à parte, bata o ovo com um garfo. Faça um buraco no centro da farinha e adicione o ovo batido, a água, o óleo e a cachaça.

Com um garfo, incorpore os ingredientes líquidos à farinha. Passe então a misturar a massa com as mãos, até formar uma bola. É uma massa bem seca, mas quanto mais seca for, mais fácil será trabalhar com ela depois. Amasse por cerca de 5 min. até que esteja bem homogênea e reserve, envolta em um plástico.

Para o recheio de carne: descasque os tomates e remova as sementes, conforme dicas deste post aqui. Na vez que fiz e tirei fotos do recheio, não usei tomate porque alguns dos amigos detestam. Aqueça uma caçarola grande em fogo médio com um fio de azeite e coloque a carne moída para refogar. Enquanto isso, descasque e corte uma cebola em cubos. Coloque para refogar junto com a carne. Quando ela estiver translúcida, adicione o alho picado/triturado e mexa bem.

Quando a carne estiver passada, desligue. Corte os tomates em cubos (depois de remover a pele e as sementes) e misture bem. Use quantos ovos cozidos e a quantidade de azeitona que agradar à você. Costumo cozinhar 1 ovo para essa quantidade de carne e esmagar com um garfo antes de misturar com o recheio. Coloque as azeitonas picadas e depois de misturar, ajuste quantidade de sal, pimenta e cominho desejados.

Para montar os pasteis, o recheio precisa estar frio. Não cozinho o tomate para evitar que fique líquido – isso pode gerar problemas na hora de montar os pasteis. Eles são importantes para o recheio não ficar muito seco, mas não são essenciais (cebola, azeitonas e ovo colaboram com isso).

Preparo do recheio de palmito: descasque e corte a cebola em cubinhos. Coloque para refogar na manteiga, em uma caçarola ao fogo médio. Quando estiver translúcida, adicione o alho e baixe o fogo. Enquanto isso, corte os palmitos em pedacinhos. Adicione a farinha ao refogado com cebola e cozinhe por mais 3 min.

Adicione o palmito, sem precisar escorrer totalmente o líquido, uma vez que ele ajuda a formar essa “pasta” – ideal para o recheio. Finalize ajustando sal e pimenta. Espere esfriar para usar como recheio dos pasteis.

Montando os pasteis: espiche a massa com rolo ou cilindro. Não recomendo que seja muito fina, pois pode furar o pastel com facilidade. Se estiver muito macia, adicione um pouco mais de farinha para espichar e cortar. Se estiver bem seca, passe um pouquinho de água na borda interna, na hora de fechar os pasteis.

Na medida em que for montando, se a massa estiver muito macia (principalmente no calor), polvilhe farinha de sêmola de grano duro para evitar que grudem uns nos outros. Se não for fritar logo após montar, guarde em uma travessa na geladeira, envoltos em plástico filme, mas sem que encostem uns nos outros.

Já congelei o pastel montado e, particularmente, não gostei de como ficou a massa. Outras dúvidas, coloquem no espaço para comentários, sempre respondo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.