Receitas, dicas culinárias, restaurantes e viagens. Aprecie sem moderação!

Carnes, Receitas

Como fazer Matambre Assado no Leite

Veja como fazer matambre assado ao leite, uma legítima Receita de Viagem!

O Matambre Assado no Leite faz parte de uma das experiências mais marcantes da minha vida como viajante. Passávamos o carnaval em Montevideo no Uruguai e em um das noites, resolvemos jantar no café em frente ao hotel.

O London Palace Hotel na época tinha, por sinal o melhor café da manhã da capital uruguaia. E não era propaganda falsa – espero que continue sendo aquela delícia. Já do Bar Hispano, onde provei este matambre incrível, não tinha recomendação nenhuma. Parecia ser um lugar para encontro de locais, mas este são sempre os melhores (ver post com dicas de onde comer em Budapeste).

E eu que nunca fui muito fã de matambre recheado, amei tanto este que é assado no leite, que passei a replicar em casa. Uma autêntica receita de viagem, que compartilho com um pouco de ciúmes, já que este é um dos meus xodós! Detalhe: era opção de prato do dia, e não consegui descobrir se faz parte do cardápio regular.

Como fazer Matambre Assado no Leite

Ingredientes

  • 1 kg de matambre;
  • 1 litro de leite integral;
  • Louro, tomilho e alecrim;
  • 2 ou 3 dentes de alho;
  • Sal e pimenta branca moída na hora.
  • Para acompanhar, mandioca cozida e salada.

Modo de preparo

Tempere o matambre com sal e pimenta em quantidade a seu gosto. Adicione em uma travessa para deixar marinando até o dia seguinte (ou por pelos menos 8h). Adicione os dentes de alho (pode ser com ou sem casca, a mesma pode ser descartada depois), 3 folhas de louro e raminhos de alecrim e tomilho. Coloque leite até cobrir a carne e leve à geladeira para marinar em um recipiente fechado.

Meia hora antes de colocar para assar, retire da geladeira. Se preferir, corte o matambre em pedaços. Costumo fazer isso para ficar mais fácil virar a carne. Coloque para assar juntamente com todos os ingredientes da marinada, em forno pré-aquecido a 200 graus (temperatura alta, mas não no máximo).

Se sentir que o leite está “tostando” muito na borda da assadeira, diminua um pouco o fogo. Quando perceber que o matambre está secando, vire os pedaços de lado e regue com mais leite, cuidando para evitar que seque. O tempo de cozimento costuma variar de acordo com a carne. Mas em média, prepare-se para um período entre 2h30 e 4h de forno.

Quando a carne estiver bem macia, é porque está cozido. Retire a assadeira o forno, separe a carne do “molho” que se formou (leite parece talhado). Descarte as ervas, retire o alho da casca e bata junto com o restante em um processador, para que forme um molho cremoso (é extremamente saboroso).

Leve este molho para uma panela, adicione a ele os pedaços de matambre, ajuste sal e pimenta e aqueça bem. Sirva acompanhado de mandioca ou batatas cozidas e salada verde. Purês em geral também são um excelente acompanhamento!

— — —

Em tempo:

Matambre é um corte de origem uruguaia. É o músculo que reveste a costela bovina, localizado entre ela e a pele do animal. É o primeiro corte a ser feito depois do abate, e antigamente costumava ir direto para a fogueira. Servia de refeição para quem trabalhava no abate dos animais, por isso em espanhol chamado de mata hambre (mata a fome, em tradução literal).

Seu consumo difundiu-se por toda a América do Sul, e dependendo do lugar, tem outro nome. Falda, capa da costela, ponta de agulha e malaya são alguns dos mais conhecidos.

Por fim, reitero que a etapa de processar o molho do matambre a la leche não faz parte do preparo tradicional deste prato, mas dá um acabamento bem mais refinado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.