Receitas, dicas culinárias, restaurantes e viagens. Aprecie sem moderação!

Grécia, Viagem

Canal de Corinto, para visitar a partir de Atenas

Magnífica obra de engenharia, a visita ao Canal de Corinto é um dos passeios que pode ser feito a partir de Atenas.

Uma vez que reservamos mais tempo do que o necessário para ficar em Atenas, alugamos um carro e optamos por passeios em pontos de interesse próximos. E um deles foi para conhecer o Canal de Corinto!

Uma obra incrível de engenharia e com uma história fascinante, o Canal de Corinto é um dos maiores do tipo no mundo. Foi construído para conectar dois corpos de água a fim de reduzir tempo de navegação. Ele separa a parte continental sul da Grécia da Península do Peloponeso. Liga o Golfo de Corinto no Mar Jônico ao Golfo Sarônico no Mar Egeu.

Seu nome vem da cidade mais próxima do istmo. O canal foi escavado sobre a rocha do istmo, e tem 40 m de altura, extensão de 6,3 km de comprimento e 21 m de largura. Este tamanho era apropriado quando o canal foi construído no final do século 19, mas é pequeno para navios de carga e de passageiros de hoje em dia. No mundo atual dos mega-navios, o Canal de Corinto é usado atualmente por pequenos navios de cruzeiro e barcos de turismo. 

Como o Canal de Suez, o canal de Corinto não tem comportas; é um canal de águas calmas.

História Antiga do Canal de Corinto

Embora a construção no Canal de Corinto não tenha sido concluída até 1893, líderes políticos sonhavam em construir um canal neste local por mais de dois mil anos. O primeiro governante documentado a propor um canal foi Periandro, no século 7 aC.

Ele abandonou o plano, mas substituiu por uma estrada, chamada Diolkos, uma faixa de rodagem de pedra. Esta estrada tinha rampas em cada extremidade e barcos eram puxados de um lado do istmo para o outro. Os restos dos Diolkos ainda podem ser vistos hoje ao lado do Canal.

Diolkos.

No século 1 dC, o filósofo Apolônio de Tyana previu que qualquer pessoa que planejasse construir um canal através do istmo de Corinto ficaria doente. Essa profecia não impediu três famosos imperadores romanos de tentar construir, mas todos morreram prematuramente, fazendo Apolônio parecer um profeta. 

Primeiro, Júlio César planejava construir um canal, mas foi assassinado antes mesmo de começar. Em seguida, o imperador Calígula contratou alguns especialistas egípcios para montar um plano para um canal. No entanto, esses especialistas concluíram incorretamente que o Golfo de Corinto era um nível mais alto que o Golfo Sarônico. Eles disseram ao imperador que, se ele construísse o canal, a água passaria e inundaria a ilha de Egina. Enquanto Calígula estava considerando seus resultados, ele foi assassinado. 

O terceiro imperador romano a considerar um canal de Corinto foi Nero . Ele passou da fase de planejamento e tentou construir o canal. Nero até quebrou o chão com uma picareta e removeu a primeira pá de terra. Sua força de trabalho de 6.000 prisioneiros de guerra completou 2.300 pés do Canal – cerca de 10%. No entanto, como seus antecessores, Nero morreu antes da conclusão do Canal, então o projeto foi abandonado.

O Canal de Corinto hoje

O Canal de Corinto de hoje segue a mesma rota que foi planejada desde o princípio. No século 2 dC, o filósofo grego e senador romano Herodes Atticus tentou, sem sucesso, reiniciar um projeto de canal. Centenas de anos se passaram e, em 1687, os venezianos consideraram um canal depois de conquistar o Peloponeso, mas nunca começaram a cavar.

Em 1890, a construção foi retomada quando o projeto do canal foi transferido para uma empresa grega. O canal foi concluído em julho de 1893, onze anos após o início da construção por uma empresa francesa que faliu.

Uma das entradas do canal.

Hoje, o Canal de Corinto é usado principalmente por pequenos navios de cruzeiro e barcos turísticos. Cerca de 11.000 navios por ano viajam pela hidrovia.

Como ver o canal de Corinto

Quem viaja para Grécia têm algumas opções para ver o Canal de Corinto. Linhas de cruzeiro com pequenos navios como Silversea Cruises, Crystal Cruises e SeaDream Yacht Club transitam pelo canal em itinerários no leste do Mediterrâneo. Várias empresas privadas partem de Pireu, o porto de Atenas, e oferecem um cruzeiro pelo canal. 

Navios de cruzeiro com um dia em Atenas geralmente oferecem uma excursão em terra de meio dia ao Canal de Corinto. Os hóspedes embarcam em ônibus no porto de Pireu. O canal fica a 75 min. de carro, foi esta a nossa opção para visitar o local.

Entrada do canal, de onde saem os passeios de barco.

Também é possível cruzar o canal em passeios que podem ser acordados em companhias com escritórios no local. Nós apenas visitamos o canal e circulamos pela região, onde paramos para o almoço. Se você se interessa por engenharia e quer dar uma escapada de Atenas, este é um dos passeios que recomendo! Próximos posts também são dicas desse tipo.

— — —

Para conferir todos os posts com dicas de viagem para Grécia, siga esta tag aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.