Receitas, dicas culinárias, restaurantes e viagens. Aprecie sem moderação!

Islândia, Viagem

Caçando a Aurora Boreal em poucos dias na Islândia

Todas as dicas para caçar a Aurora Boreal mesmo tendo pouco tempo no país.

E encerro esta serie de dicas de viagem com uma das experiências mais incríveis que já tive na vida: ver a Aurora Boreal na Islândia! O país não é o mais famoso para quem quer ver o fenômeno, pois a grande maioria das pessoas pensa primeiro na Noruega.

Da minha parte, queria muito conhecer a Islândia e por isso nos esforçamos para ver a Aurora Boreal nesta viagem. Isso nos exigiu um planejamento maior, mas também muita sorte. Conheço muitos casos de pessoas que passam 10 dias, às vezes até duas semanas viajando por lá, e que não conseguem ver as northern lights.

Como conseguimos a façanha estando lá por apenas 3 noites, acho que tenho respaldo para compartilhar algumas dicas para você organizar a sua caçada. E acreditem, é uma experiência incrível, que realmente precisa estar nos seus planos de viagem!

Foto sem flash.
Foto com flash.

Em tempo: o que é exatamente a Aurora Boreal?

Alguns vikings acreditavam que as luzes do norte que iluminavam o céu eram reflexos da armadura das Valquírias, enquanto levavam os guerreiros mortos em batalha para Odin. Outros acreditavam que a Aurora Boreal fosse a Ponte Bifrost, um arco pulsante e brilhante. A ponte era o caminho seguido pelos guerreiros para o seu descanso final, no paraíso da mitologia Viking: Valhalla.

Ao ver o fenômeno, dá para entender o surgimento do mito: parece que as ondas luminosas refletem a passagem de uma cavalaria, em uma dança precisa e mágica. Simplesmente incrível! Os lençóis de cores vivas tremeluzem no céu noturno em locais próximos ou dentro do Círculo Polar Ártico, da Sibéria até a Islândia

Mas os cientistas explicam: o fenômeno ocorre quando partículas elétricas solares colidem com partículas de gás na atmosfera da Terra, criando um fenômeno visualmente deslumbrante. Quando os campos magnéticos do sol se torcem, eles criam manchas solares e as partículas que escapam dessas regiões criam algo chamado vento solar. 

Imagem: Nova Consciência

Depois de viajar 93 milhões de milhas para o nosso planeta, o vento solar é atraído pelos polos magnéticos norte e sul. As cores variadas são causadas por diferentes gases na atmosfera terrestre.

Caçando a Aurora Boreal em poucos dias na Islândia

  • Escolher a data é ponto de partida essencial

A maioria das pessoas já deve saber, mas não custa lembrar: só é possível ver a Aurora Boreal no outono/inverno, entre o final de setembro e o início de março. Claro que é difícil determinar quando será possível ver, vários fatores devem ser considerados neste aspecto, e não acreditem em quem divulga datas precisas.

No nosso caso, nos programamos para estar na Islândia na primeira quinzena de outubro. Assim evitamos o auge do inverno, pegamos noites um pouco mais longas e um clima mais ameno.

— — —

  • Alugue um carro

Existem inúmeras excursões para quem quer caçar a Aurora Boreal, partindo de Reykjavik e outros pontos da Islândia. E, a menos que você tenha uma excelente recomendação, digo que é bem mais interessante que o faça por conta própria.

Nós alugamos um carro (4×4, apesar de não ser período com muita neve, para garantir) com a Lava Auto e foi bem tranquilo. Acho que faz diferença não depender de um grupo em termos de horários e roteiros. Sem contar que saiu muito mais em conta, sendo que éramos 3 pessoas.

E usamos o carro para todos os outros passeios! Por isso antes de fechar com qualquer agência, vale fazer a conta. Mas se quiser informações sobre excursões e a Aurora Boreal em geral, recomendo este site aqui.

— — —

  • Faça uso dos aps e sites de infos disponíveis

Nosso principal auxiliar na caça às Northern Lights foi o site Aurora Forecast for Iceland. Este site oficial do governo da Islândia mostra informações em tempo real do fenômeno, como as áreas onde o céu está sem nuvens, a previsão da atividade da aurora no dia (em escala crescente de 0 a 9), e horários de escuridão (quase uma hora depois do pôr do sol na data de hoje).

O que nós fizemos foi simplesmente rumar para as áreas brancas desse mapa para “caçar” a aurora. Na nossa primeira noite no país, a previsão de atividade das luzes (escala que falei acima) era 7. E esse foi nosso fator “sorte” para ter visto. Nas outras noites em que estivemos lá, chuva e muitas nuvens. Seria impossível.

Aqui neste post em português tem dicas que aplicativos que você pode usar para ajudar na caçada. Por fim, se o aplicativo indicar uma boa oportunidade para ver a aurora, não pense duas vezes, vá! Tem muitas pessoas que perdem oportunidades ótimas, porque estavam jantando ou com medo de passar frio.

— — —

Por fim, destaco que para para filmar e fotografar a Aurora Boreal é preciso de bom equipamento. As fotos que ilustram este post são de alta exposição usando uma câmera simples, assim como o vídeo abaixo. As fotos não possuem nenhum tipo de edição, somente modo noturno/superexposição.

— — —

Em tempo: próxima série longa com dicas de viagem será sobre a Grécia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.