Receitas, dicas culinárias, restaurantes e viagens. Aprecie sem moderação!

Bélgica, Viagem

Bruxelas após os ataques de 22 de março

Informações para turistas que estão na cidade ou que tem viagem programada para Bruxelas nas próximas semanas.

Policiamento reforçado em todo o centro de Bruxelas. Este é o prédio da Bourse onde se concentram boa parte das homenagens às vítimas dos atentados de 22 de março.

Policiamento reforçado em todo o centro de Bruxelas. Este é o prédio da Bourse onde se concentram boa parte das homenagens às vítimas dos atentados de 22 de março.

Mais uma vez, um post que não desejaria estar escrevendo, relacionado ao terrorismo. Em novembro, pelo fato da Bélgica estar em estado de alerta por conta dos ataques ocorridos em Paris, me senti na obrigação de informar quem visita a cidade (ver post aqui). Desta vez não é diferente, e o faço, muito triste por tudo que aconteceu esta semana em Bruxelas.

Bruxelas está tentando funcionar normalmente, mas é necessário que todos colaborem para que seja possível seguir em frente. A frente da Bourse, centro da cidade, tem recebido centenas de pessoas que realizaram homenagens para as vítimas.

Infos práticas para quem vem a Bruxelas

Situação atual: a cidade vive estado de alerta nível 4 para ataque terrorista. Isso reflete, principalmente, em policiamento reforçado nas ruas e nos possíveis alvos. Entradas de cinemas, shoppings e principalmente estações de metro, tem revista de todas as pessoas.

Para facilitar o trabalho de policiais e seguranças a maioria das entradas das estações estão fechadas e poucas estão funcionando. Apenas as maiores e com conexões estão abertas. Um exemplo: no centro De Brouckère e Central estão ativas, mas as seguintes (Bourse, Park, Lemonier…) não. Os trens passam direto por estas estações menores e seguem até as outras maiores, como a Midi e a Nord.

Seguem as orientações para que não se circule com mochilas muito grandes e de que se evite lugares com grandes aglomerações de pessoas. Também recomenda-se que evitem os horários de pico (entre 7 e 10h da manhã e 16 e 18h da tarde) para sair da cidade usando trem e metro. Por conta do policiamento e revistas nestes locais, rapidamente formam-se grande grupos de pessoas esperando para passar pela segurança, tornando estes locais alvos em potencial.

Para entrar na Gare du Midi e acessar o Metro de Bruxelas hoje

Para entrar na Gare du Midi e acessar o Metro de Bruxelas hoje.

Um pedido: colabore com o trabalho dos policiais e militares que estão sendo incansáveis para proteger todos nós! Seja paciente, mostre bolsas, mochilas, abram os casacos para evitar stress desnecessário. Eles estão revistando todas as malas por um motivo justo: foi dessa forma que as bombas entraram no aeroporto. Então não fique chateado se eles bagunçarem um pouco as suas coisas.

Por fim, se você ver operação policial em curso (armados, isolando perímetros, agindo muito silenciosamente…), NÃO divulge! Isso pode prejudicar a busca pelos responsáveis pelos ataques. Não tire fotos, não comente. E isso vale não só para Bruxelas, mas em qualquer caso similar.

O que você vai ver nas ruas: muita gente triste, homenagens por todos os cantos. Equipes de reportagem de diversos países estão concentrados em frente à Bourse, onde são realizadas as maiorias das homenagens. A Bélgica decretou 3 dias de luto oficial no país pelas vítimas dos atentados.

IMAG7874

Homenagens e equipes de imprensa em frente a Bourse.

O que funciona: com algumas alterações e intervalos bem maiores e irregulares de partidas, o transporte público de Bruxelas está funcionando. Identifiquei alguns estabelecimentos comerciais fechados no centro da cidade, mas nada que possa ser prejudicial para quem é visitante – até porque existe uma demanda grande para a impressa que tomou conta da cidade. As próximas duas semanas são de férias escolares – geral, ninguém tem aulas e bem provavelmente por isso, muita gente deve deixar a cidade.

Informações em inglês sobre a crise:

Twitter: https://twitter.com/CrisiscenterBE

Desde a manhã desta quinta-feira, este perfil no Twitter informará o que de mais relevante você precisa saber sobre os atentados, em inglês, francês e holandês.

Resumo: na manhã de 22 de março de 2016, ocorreram em Bruxelas dois ataques terroristas. Duas explosões no Aeroporto de Zaventem e outra na estação Maalbek do Metro da capital da Bélgica. Até o momento, soman-se 31 vítimas fatais e 25 feridos. O Estado Islâmico assumiu a autoria dos ataques.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.