Receitas, dicas culinárias, restaurantes e viagens. Aprecie sem moderação!

Bélgica, Viagem

Para ver na Bélgica: Abadia de Villers-la-Ville

Dica de atração turística para quem tem programado viagem para a Bélgica: as ruínas da Abadia de Villers-la-Ville.

Ruínas da Igreja da Abadia de Villers-la-Ville, na Bélgica.

A Bélgica é um país com muitas atrações turísticas encantadoras. Apesar de ser um país novo (independência foi declarada em 1830), possui uma história milenar e por isso, muitos monumentos seculares, como a Abadia de Villers-la-Ville. As ruínas do antigo monastério cisterciense podem ser visitadas com facilidade a partir de Bruxelas, e neste post você terá todas as dicas!

História da Abadia de Villers-la-Ville

Gravura antiga da abadia.

A abadia de estilo romanesco começou a ser construída no ano de 1146, após visita de São Bernardo na região, que encorajou os locais a embarcarem neste projeto grandioso. O cavaleiro Walter de Marbais convidou os monges da Abadia de Claraval na França, para fundar esta nova abadia em suas terras em Villers.

Um grupo de 17 monges se estabeleceu no local para iniciar o trabalho, mas a construção só começou mesmo 51 anos depois. Com diversos elementos góticos (alterando a proposta inicial), a Abadia de Villers-la-Ville levou mais de 100 anos para ser construída.

Neste período, mais de 400 monges viveram no local, em uma propriedade com mais de 10 mil hectares, que alcançavam até onde hoje fica a cidade de Antuérpia. Entre os anos de 1508 e 1715, a abadia belga foi invadida por 9 vezes e em todas, os monges foram obrigados a se retirar do monastério.

Entre 1715 e 1784, a abadia viveu seu período de ouro. Parte da construção medieval foi reconstruída, e adquiriu características neoclássicas. Um palácio e jardins também foram construídos, ampliando o espaço de uso interno dos monges e da nobreza de Villers.

Em 1796, a Revolução Francesa expulsou definitivamente os monges da Abadia de Villers-la-Ville. O patrimônio da abadia foi tomado da igreja pelos revolucionários, que saquearam o local e venderam o que não puderam levar para comerciantes de construção da região. Vegetação e chuva se encarregaram de completar o visual da construção que vemos hoje.

Ruínas da abadia.

A partir de 1830, o aspecto de abandono da abadia começou a chamar a atenção de romancistas que se inspiravam no local para escrever suas poesias e histórias. Victor Hugo esteve lá por três vezes. Os primeiros turistas vieram nos anos seguintes, com a chegada da linha de trem na região, que cruzava os jardins do palácio e parte da abadia.

Em 1893, o antigo monastério passou por um processo de restauro, para que pudesse ser visitado. As pedras da nave principal da igreja foram removidas e revelou-se a grandiosidade da igreja. As ruínas foram denominadas patrimônio histórico da Bélgica no ano de 1972, e a abadia passou a receber restauração ininterrupta.

Atualmente, recebe mais de 100 mil turistas por ano, além de ser palco de eventos importantes.

Os jardins da abadia.

Além de um ponto turístico na Bélgica

A beleza das ruínas da abadia de mais de 900 anos de história não estão disponíveis apenas para visitação. Eventos importantes do país, assim como concertos de música clássica usam o local como cenário, proporcionando cenas de visual magnífico.

Além disso, um processo histórico dos monges foi retomado: a produção de cervejas! Receitas encontradas em arquivos antiguíssimos são produzidas nas ruínas da abadia, e podem ser degustadas no restaurante em frente ao antigo mosteiro, ou adquiridas na loja de souvenirs.

As cervejas de receitas do século 18 produzidas ela Abadia de Villers-la-Ville na Bélgica.

Informações práticas

A Abadia de Villers-la-Ville está localizada no caminho entre Bruxelas e Charleroi, e se você vai visitar esta cidade (histórica, pois é em Charleroi que Napoleão foi derrotado), você pode incluir a mesma no roteiro. Um período de 2 horas é mais que suficiente para visitar as ruínas da abadia e conhecer a sua história.

A Abadia de Villers-la-Ville vista de cima.

Você pode chegar até ela de carro ou trem – a estação de trem próxima fica a apenas 2 km da abadia. Informações detalhadas disponíveis no site do local (disponível em francês, inglês, holandês e alemão).

Endereço:

Rue de l’Abbaye, 55
1495 Villers-la-Ville
Bélgica

Tel.: +32 (0)71 88 09 80
Fax: +32 (0)71 87 84 40
E-mail: info@villers.be

Ingresso:

  • Adultos: € 8
  • Grupos* adultos: € 7
  • Estudantes e idosos: € 6
  • Grupos de estudantes e idosos: € 5
  • Audioguide: € 1,50

* Grupo: a partir de 15 pessoas.

Site oficial da abadia: http://www.villers.be

— — —

Outros posts sobre turismo na Bélgica:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *