Receitas, dicas culinárias, restaurantes e viagens. Aprecie sem moderação!

Grécia, Viagem

Atenas: todas as dicas para explorar a capital da Grécia

Saiba tudo sobre visitar a Acrópole de Atenas e outras atrações da capital da Grécia!

O Erecteion, templo dedicado a Atena e Poseidon, com o Pórtico das Cariátides, na Acrópole de Atenas.

Seguindo nossa viagem pela Grécia, agora é a hora de falar sobre a capital Atenas! Porém, por ser este um blog onde relato minhas experiências de viagem, sinto uma certa obrigação em trazer impressões reais. E não apenas apresentar uma lista de coisas para fazer, pois gosto de ir além disso.

Como comentei no primeiro post de viagem para Grécia, erramos ao definir 6 dias de nossa viagem para conhecer Atenas. E neste post falarei um pouco mais sobre a cidade, o que achei, suas atrações e também, sobre expectativas.

Nós sempre criamos expectativas, né? Ainda mais sobre Atenas, capital do país berço da democracia, da civilização ocidental, filosofia…nós meio que esquecemos que é um país que ainda não se recuperou completamente da crise econômica de 2008.

Mas isso importa e é algo que afeta na sua viagem para esse destino! Agora chega de intro, vem comigo conhecer Atenas!

Atenas: dicas, o que ver e mais infos

1 – Expectativa x Realidade

Atenas é uma das provas da grande diferença sócio-econômica dos países que fazem parte da Europa e, consequentemente, da União Europeia que tem Bruxelas como capital. E esta diferença pode ser notada visualmente: fora a região mais turística próxima da Acrópole, carece de encantos.

Explico-me: não é uma cidade muito bonita. Os prédios imensos, um tanto mal cuidados e com muitas pichações, nos fez lembrar de Porto Alegre. Isso não é desmerecer ninguém, pois amo ambas as cidades, apenas reconheço seus prolemas.

E por isso mesmo, a recomendação de que você tome cuidado dos seus pertences, é praticamente igual. Turistar preocupado não é o ideal, mas sobrevivemos sem passar por nenhum apuro. O meu problema foi esperar de Atenas o que se vê em Roma: uma cidade plena de informações, dado sua importância histórica.

Minha quebra de expectativas – principalmente por ter estudado Letras e ser apaixonada por mitologia – deu-se exatamente neste aspecto. Mas nada grave, uma vez que podemos encontrar todas estas informações em livros.

Ademais, Atenas é uma cidade que foi muito saqueada, e boa parte de seus monumentos e riqueza histórica estão espalhados mundo afora. E isso acontece com vários outros lugares turísticos, como o Egito, por exemplo.

Mesmo assim, quero voltar, desejando uma Acrópole de Atenas sem guindastes ou andaimes. E uma cidade sem pessoas te abordando agressivamente, na tentativa de roubar sua carteira.

— — —

2 – O que ver em Atenas

Nós tivemos a sorte de estar em Atenas em um dos feriados nacionais onde todos os museus e atrações turísticas estavam abertos e sem cobrança de ingresso. Então visitamos tudo que foi possível neste dia. Creio que não entramos apenas na Biblioteca de Adriano.

Acrópole de Atenas

Poucos pontos turísticos do mundo se comparam à Acrópole de Atenas, com um grande templo no alto de um penhasco rochoso, vigiando séculos de civilização. A Acrópole era o centro da cidade antiga e funcionava como uma cidadela em sua localização protegida no topo da colina.

O edifício mais emblemático é o Partenon, o maior templo do período da antiguidade clássica que data de 447 aC a 338 aC. Com suas fileiras monumentais de colunas dóricas e detalhes esculturais impressionantes, o templo é uma visão inspiradora. No friso do lado oriental, os relevos retratam o nascimento da deusa Atena. Todos estes detalhes, hoje podem ser vistos no Museu da Acrópole, já que o templo segue em restauração.

Outras ruínas da Acrópole incluem o Templo de Atena Nike, na entrada, e Erecteion, um complexo de santuários antigos construídos entre 421 aC e 395 aC. A característica mais famosa do complexo de Erecteion é o Pórtico das Cariátides, com seis estátuas de donzelas no lugar de colunas dóricas.

A maior parte das estruturas da Acrópole hoje estão em ruínas. O Partenon foi seriamente danificado durante a Grande Guerra Turca, quando estava sendo usado para o armazenamento de pólvora e foi atingido por uma bala de canhão.

— — —

Novo Museu da Acrópole

Museu da Acrópole contém uma das coleções mais valiosas de arte grega antiga do mundo. A nova instalação foi concluída em 2007, abaixo do topo da colina da Acrópole, e substituiu o antigo museu na colina.

Esta é uma das melhores coisas para se fazer em Atenas quando as temperaturas estão altas. A fila pode ser longa, por isso recomendo a compra antecipada do ingresso. Sem contar que o restaurante principal é conhecido com um dos melhores restaurantes de museu do mundo (vou falar mais sobre isso no post com dicas de ode comer e beber).

Site oficial: http://www.theacropolismuseum.gr/en

— — —

Museu Nacional de Arqueologia

Fundado no século 19, o Museu Arqueológico Nacional de Atenas é o maior museu do tipo da Grécia e um dos maiores museus de antiguidades do mundo. Oferece uma visão abrangente da civilização grega desde a pré-história até o período clássico até a antiguidade tardia.

Endereço: 44 Patission Street – Atenas – Grécia

Site oficial: https://www.namuseum.gr/en/

— — —

Troca da Guarda em frente ao Parlamento na Praça Syntagma

Para muitos turistas, assistir à Troca da Guarda é uma experiência muito interessante! Os soldados da guarda presidencial ficam em frente ao Parlamento Helênico na Praça Syntagma, 24 horas por dia, durante todo o ano. Os guardas vestem trajes tradicionais, completos, com saias plissadas e sapatos com pompom.

A Troca da Guarda acontece em frente ao monumento do Túmulo do Soldado Desconhecido diariamente às 11h. 

— — —

Ágora Antiga

A antiga Ágora era o mercado e o centro da vida cotidiana na antiga Atenas. A palavra grega “Agora” significa “reunir e orar”, indicando que este era um local para falar em público. Eventos atléticos e apresentações de teatro também foram realizados neste lugar.

Uma das características mais marcantes da Ágora Antiga é o Stoa de Attalos, originalmente construído pelo rei Attalos II e reconstruído na década de 1950. O stoa pode ter sido o cenário do julgamento de Sócrates em 399 aC.

— — —

Templo de Zeus do Olimpo

Dedicado a Zeus, também chamado de Olympieion, foi o maior templo da Grécia antiga. Embora o Partenon seja melhor preservado, o Templo de Zeus do Olimpo, era uma estrutura ainda mais monumental em sua época. O templo data do século VI aC., mas foi concluído até o século II dC. pelo imperador Adriano. 

Em frente ao templo, não muito longe da entrada, fica o Arco de Adriano. É fácil imaginar a grande impressão que este templo causou em sua plenitude. Ele contava com mais de cem enormes colunas de mármore para sustentar o grandioso santuário. 

Destas, apenas 15 colunas permanecem em pé, e outra coluna sobrevivente fica no chão, mas a presença monumental das ruínas dá uma sensação do tamanho maciço do edifício original. Principalmente em comparação com o Partenon que pode ser visto ao fundo.

A estrutura gigantesca era um santuário dedicado a Zeus, o soberano, principal Deus do Olimpo.

Site: http://odysseus.culture.gr/h/3/eh355.jsp?obj_id=12863

O Partenon, visto do Templo de Zeus.

— — —

Igreja dos Santos Apóstolos

No local da antiga Ágora, a Igreja dos Santos Apóstolos era o único edifício que restava quando todo o bairro foi demolido para escavar o sítio arqueológico da Ágora. Construída no século 10, tem um exterior notável por sua alvenaria de silhar e suas inscrições ornamentais em Kufic (um estilo de escrita árabe). 

Típica da arquitetura bizantina, a igreja possui uma cúpula apoiada em quatro colunas. O interior é decorado com afrescos originais, representando Cristo Pantocrator (Governante de Todos), João Batista, adoráveis ​​pequenos querubins e arcanjos. Grande parte das pinturas originais do século 11 foram bem preservadas.

— — —

Templo de Hefesto

O Templo de Hefesto está localizado no mesmo espaço da Ágora Antiga. Este templo dórico do século V aC. é um dos templos gregos antigos mais bem preservados do mundo, graças à sua conversão em uma igreja cristã, que o salvou da destruição. O templo foi projetado em um plano clássico, com seis fileiras de 13 colunas, e os frisos jônicos parecem ter sido modelados no Partenon.

— — —

Universidade de Atenas

Visitamos apenas o exterior da universidade, cujas construções relativamente modernas, não deixam de ter seus encantos. Fundada em 3 de maio de 1837, por iniciativa do rei Oto I da Grécia, está em operação contínua desde a sua criação, e é a mais antiga instituição de ensino superior no estado grego moderno.

Destaque para o mosaico do prédio principal, que evoca as diversas áreas do saber e as grandes contribuições dos gregos para a sociedade.

— — —

Ágora Romana e Biblioteca de Adriano

Adjacente à Ágora Antiga, encontra-se a Ágora Romana. Embora tudo possa parecer um prédio só, esses edifícios foram construídos mais tarde, e a construção acabou sendo transferida para o local da Ágora Antiga.

Nos limites da Ágora romana fica a antiga Biblioteca de Adriano, fundada pelo imperador em 132 dC. Mas você pode ver uma parede dela a partir da rua.

— — —

3 – Tempo, quando ir e onde ficar em Atenas

O clima em Atenas é típico do mediterrâneo, sendo que o verão é bem quente e seco. Nós estivemos lá na primavera (mês de maio) e sofremos com o calor! E por isso minha recomendação é ir nessa época do ano, pois tem calor para praia, sem sofrer com a superlotação da alta temporada (junho, julho e agosto).

Os melhores bairros para se hospedar são os próximos da Acrópole: Plaka, Monastiraki e Syntagma. Nós alugamos um Airbnb em Syntagma que detestamos (a roupa de cama tinha cheiro de cigarro, o quarto estava sujo) por isso não recomendo. Achei a hospedagem em Atenas bem mais cara que nas ilhas. Então, se tiver uma boa recomendação, se joga!

— — —

Dicas de o que ver e fazer na parte continental da Grécia a partir de Atenas, além de dicas de onde comer, nos próximos posts! Para ver outros posts sobre o destino, siga a tag Grécia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.