Receitas, dicas culinárias, restaurantes e viagens. Aprecie sem moderação!

Grécia, Onde comer (e beber!), Santorini, Viagem

9 Dicas de viagem para Santorini

Dicas de hotel, o que ver e onde comer em viagem para Santorini.

Seguindo nosso roteiro pela Grécia, hora de seguir viagem para Santorini! A ilha foi uma grata surpresa no nosso roteiro, porque apesar de não ter praias paradisíacas, oferece atividades um pouco diferenciadas em comparação com Mykonos.

Em uma viagem para Santorini é possível fazer até mesmo um tour pelas vinícolas da ilha. Mas não fizemos nenhum tipo de passeio ou tour guiado (tem várias opções para conhecer caldeira do vulcão que formou a ilha + pôr do sol). Pelo menos desta vez! Mas voltei achando que a ilha merece pelo menos uns bons 6 dias para aproveitar ao máximo – tem muitas coisas que não fizemos.

Mesmo assim, seguem as dicas de viagem para Santorini, que escolhemos explorar de carro (desconsidere o uso de burros, por favor!). E se seguir alguma delas ao visitar esta ilha, lembre de me marcar nos seus posts pela web!

9 Dicas de viagem para Santorini

1 – Onde se hospedar em Santorini: Villa Maria Rooms

Nós praticamente abrimos a temporada do Villa Maria Rooms. O hotel que fica fora do tumulto onde se hospedam e circulam a maioria dos turistas, que optam por Oí=ia e Fira. E em viagens, sempre optamos por mais tranquilidade, até para poder descansar um pouco mais.

O Villa Maria fica em uma outra cidade da ilha, em um dos seus extremos. Da varanda do nosso quarto tínhamos uma vista completa da caldeira do vulcão (Santorini é uma ilha formada pela erupção de um vulcão e depois foi soterrada pelo mesmo mais de uma vez). Conta com piscina, café da manhã incluso e nosso quarto tinha também uma pequena cozinha. Então a maioria das nossas refeições foram preparadas por nós (experiência internacional, como sempre falo).

A piscina do hotel também tem uma vista maravilhosa. Atendimento foi muito atencioso, e como nosso check out era antes do horário do café da manhã, eles prepararam comida para levarmos.

Villa Maria Rooms

Endereço: Akrotiri – 84700 – Grécia

No Booking: Villa Maria Rooms

— — —

2 – Onde comer fora da área turística: Taverna Giorgaros

Eis uma excelente recomendação que recebemos na recepção do nosso próprio hotel. Localizado próximo do farol de Santorini, é um bom ponto para ver o pôr do sol degustando uma taça de vinho local.

Excelente restaurante para provar comida local, especialmente grelhados, peixes e frutos do mar. Não precisamos de reserva, e sempre conseguimos mesa. Poucos turistas, pois é um restaurante totalmente fora do circuito turístico da ilha. A grande maioria dos restaurantes ficam em Phira ou Oía, no extremo oposto de Santorini.

Taverna Giorgaros

Endereço: Akrotiri – 84700 – Santorini – Grécia

Site: Taverna Giorgaros

— — —

3 – Onde beber cervejas locais: Volkan on the Rocks

E sim, Santorini tem sua própria cervejaria, a Santorini Brewing Company, que pode ser visitada e onde você pode comprar cervejas. Mas se sua intenção é apenas provar cervejas locais, dessa e várias outras cervejas gregas, o Volkan on the Rocks é o local.

Assim como a grande maioria dos locais em Santorini, a view da caldeira é incrível. No cardápio de comida, opções de brunch e meze’s (comida grega para compartilhar). Tudo muito delicioso!

Volkan on the Rocks

Endereço: Firostefani, Thira – Santorini – 847 00 – Grécia

Site: Volkan on the Rocks

— — — —

4 – Um pouco de história: Ruínas Pré-Históricas de Akrotiri of Thera

Nem só de praia e badalação vive uma ilha grega! A cidade pré-histórica de Akrotiri é uma das principais atrações de Santorini. Fundada na Idade do Bronze, foi um dos mais importantes centros urbanos e portos minóicos do Mar Egeu. Até ser destruída por terremotos e coberta por cinzas vulcânicas no século 17 aC.

Assim como em Pompeia, móveis e objetos de decoração foram preservados sob as cinzas, revelando o estágio de desenvolvimento da civilização minoica. A maior parte do sítio arqueológico é coberto, então mesmo com o calor é possível fazer uma visita agradável. Vale para quem gosta de história!

Dizem que nos dias mais iluminados, sem nada de neblina e pouca maresia, é possível enxergar Creta de Akrotiri, uma vez que este é o ponto mais ao sul de Santorini.

Akrotiri of Thera

Endereço: Thera – Santorini – 847 00 – Grécia

Site: Akrotiri of Thera

— — —

5 – O melhor pôr do sol em Santorini: Monastério Profeta Elias

Todo mundo ruma para Oia para ver o pôr do sol (ou faz passeios de barco que encerram após esse horário), mas da minha parte não recomendo. Isso porque essa é a parte mais movimentada da ilha, e neste horário lota de turistas de navios de cruzeiro.

Fora os restaurantes, não existe um lugar agradável para ver a atração. Nós tentamos, não achamos a mínima graça, e no segundo dia, vimos o espetáculo do Monastério Ortodoxo Profeta Elias. Este é o ponto mais alto de Santorini, e por isso, o único local onde além de ver o sol se pôr no mar, é possível ver também toda a ilha.

Um local realmente abençoado! Além disso, é possível comprar alimentos e artesanato produzido pelos monges. Alegria de quem gosta de cozinhar como eu, que trouxe de lá o melhor orégano que já provei na vida, entre outras delícias.

Monastério Profeta Elias

Endereço: Epar.Od. Pirgou Kallistis – Profiti Ilia 10, Pirgos Kallistis – Santorini – 847 00 – Grécia

Site: Holy Monastery of Prophet Elias of Thira

— — —

6 – Uma praia para passar o dia: Perissa Black Sand Beach

Circulamos por várias praias em Santorini (por isso prefiro alugar carro) e escolhemos a Perissa Black Sand Beach para passar o dia. O lugar tem boa infraestrutura, tem um hotel próximo e um excelente beach club, o Akro. Assim como na Agrari Beach em Mikonos, alugamos cadeiras por um bom preço.

Esta é uma região interessante para quem gosta de mergulhar, e um dos principais centros de mergulho de Santorini fica nesta praia. Foi bem agradável nosso período na praia, que também conta com uma taverna familiar e espaço para cadeiras e guarda sol pessoal.

Akro Restaurante by the Sea em Perissa Black Sand Beach

Endereço: Mesa Pigadia, Akrotiri – Santorini – Grécia

Site: Akro Restaurant by the Sea

— — —

7 – Um tour pelos vinhedos de Santorini

Nós não visitamos nenhuma vinícola, mas circulamos muito pelos vinhedos. E são bem diferentes do que estamos acostumados no sul do Brasil, por exemplo. Isso porque as uvas Assyrtiko – variedade cultivada há séculos nesta ilha, tem cada pé de parreira estruturado em círculos, formando uma espécie de ninho.

Essa técnica é utilizada para proteger as ramas do vento constante e obter o melhor aproveitamento dos nutrientes do solo vulcânico. Prova de que viajar também agrega/educa: como sabem, não somos muito ligados em vinhos e sim em cerveja. Mas através de uma amiga fiquei sabendo dos vinhos do tipo retsina e descobri uma história bem interessante.

Retsina é uma denominação de origem para vinhos, presente em várias regiões da Grécia. Conta com adição de resina de pinheiro, que traz aromas predominantemente herbáceos de eucalipto com toques de flores. Esse é um dos primeiros vinhos a surgir no mundo e, antigamente, a resina era usada para vedar as ânforas de barro em que a bebida era armazenada para diminuir o contato com o oxigênio.

Reza a lenda que o retsina foi criado pelos gregos não apenas para preservar, mas especialmente para desagradar o paladar dos romanos que, durante a invasão e conquista da Grécia, gostavam de saquear seus vinhos. E, após conversa com uma conhecida grega, descobrimos que os melhores não tem rótulo conhecido ou garrafa chique. Os melhores são vendidos em garrafas simples, como as de cerveja, e são comprados em pequenos mercados frequentados por locais.

Então, se você gosta de vinhos, uma viagem para Santorini precisa entrar para sua lista!

— — —

8 – Circulando por Oia e Fira (Thera)

Oia é uma das cidades na extremidade noroeste de Santorini. Neste lugar chama atenção as construções na beira dos penhascos, em sua maioria pintadas de branco, com aberturas e telhados por vezes pintados de azul. Seu pôr do sol é famoso, mas bem tumultuado e, ao menos que você tenha reserva em um restaurante com vista, não considero que vale a pena.

Mas se você escolher se hospedar nesta parte da ilha, existem várias coisas para se fazer concentradas nessa região.

Fira (Thera) é a capital da ilha. É deste local que chegam e partem os bondinhos que saem a partir do porto, assim como a famosa escadaria que costuma ser escalada por burros. Até bem pouco tempo atrás, muitos turistas faziam uso desse tipo de transporte ao chegar no porto de barco e seguir para Fira e Oia.

Mas esta prática está sendo desestimulada, pois os animais tem apresentado sérias lesões. Nós nem cogitamos essa opção, pois alugamos o carro já no porto e também não concordo com esse tipo de “turismo”. Ainda mais que existem muitas outras alternativas ao invés do transporte animal.

Por fim, completo que caminhar por estas duas cidades é essencial para conhecer a organização das ilhas. As principais fotos que você vê de Santorini, com igrejas brancas de cúpulas azuis, são destas duas cidades.

— — —

9 – Red Beach, para ver do mar

E por motivos de segurança, a praia mais conhecida de Santorini não pode ser curtida como uma praia. Entre 2013 e 2018 ela foi fechada e em abril de 2018 uma nova ordem de fechar por 5 anos foi dada, após um novo e sério deslizamento.

Mesmo assim, turistas seguem visitando o lugar (que não tem qualquer tipo de infraestrutura, mas o acesso é relativamente fácil), assim como barcos turísticos seguem atracando no local.

Não consegui descobrir se o acesso ao local foi bloqueado por completo recentemente, mas quando estivemos lá, não ficamos curtindo o mar, apenas cruzamos de uma ponta a outra sem parar – e também não vimos ninguém fazendo isso. E também não nos pareceu um lugar seguro.

Se você deseja curtir a Red Beach em Santorini como uma praia em si, em resumo, fica por sua própria conta e risco. No mais, acho que apreciar a vista dela de um barco deve ser a melhor opções, principalmente em termos paisagísticos. Digo isso porque de perto, ela não parece tão vermelha quando de longe.

— — —

Para acompanhar todas as dicas de viagem para Grécia, siga a tag por este link aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.